Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pais torcem pelos filhos do lado de fora dos locais de prova no segundo dia de Enem

Mesmo após a entrada dos candidatos, alguns reponsáveis preferiram se manter no local em orações e emanando energias positivas

Ana Carolina Matos / O Liberal

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (2021) é de tensão não só para os estudantes, como também para os pais dos candidatos. Mesmo após o fechamento dos portões, que ocorreu pontualmente às 13h na capital paraense, alguns familiares decidiram se manter do lado de fora dos locais de prova, emanando energias positivas, em oração e na torcida por uma boa prova.

LEIA TAMBÉM

VÍDEO: Candidata chora com portão de escola fechado no Enem em Belém: 'Foram só seis minutos' A pedagoga Cátia Silva, de 49 anos, até tentou, mas não teve a entrada liberada após o atraso

Alunos relatam confiança na segunda etapa de avaliações, mas admitem ansiedade Segundo domingo do Exame será reservado às provas de matemática e ciências da natureza

Foi o caso da socióloga Reliane Pinho e do contador Elder Figueiredo, pais de Arthur Figueiredo, de 18 anos. A mãe do aluno rezava pelo filho, em frente ao Instituto Federal do Pará (IFPA), no bairro do Marco. "Não sou religiosa, mas tenho muita fé. Dessa vez nosso filho não faz a prova como trainee mas já oficialmente. Por isso estamos aqui para acompanhar, torcer e pedir a Deus que ilumine, que tudo dê certo e que o sonho dele de passar no vestibular no curso que ele deseja se realize. Estamos aflitos, mas com a sensação de dever cumprido com a meta estabelecida e anos de preparação", avalia a mãe do aluno. "O coração está muito nervoso, mas estamos confiantes de que ele fará uma boa prova", acrescentou o pai.

Fabrícia Barros, de 43 anos, espera pelas duas filhas até o final da prova do Enem (Márcio Nagano / O Liberal)

A professora Fabrícia Barros também esperava pelas duas filhas ao lado de fora do Colégio Marista, no bairro de Nazaré. Ela conta que fez o mesmo no primeiro dia de Enem. "Sabe como é mãe... Estou desde ontem nerbosa e fico até o final, sempre apoiando. No primeiro dia, elas foram às ultimas a sair. Hoje vou ficar até que as duas saiam também", conta.

Portões dos locais de prova do Enem são abertos; forças de segurança prestam apoio no Pará Correios terminaram às 10h a entrega das provas em todo o Estado. A ação começou às 6h e contou com a participação de 363 agentes e 121 viaturas

A mulher é mãe de Inayara Barros, de 20 anos, e Isabelly Barros, de 17 anos. As jovens pretendem cursar terapia ocupacional e biomedicina, respectivamente. "Se Deus quiser vai dar tudo certo. A minha mais velha faz pela terceira vez. A mais nova que está estreando esse ano", conta, orgulhosa.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM