Médicos fazem greve e pacientes voltam sem atendimento da UPA da Marambaia

A Sesma garantiu que as UPAs da Marambaia, Jurunas e Terra Firme estão abertas e atendendo casos graves e moderados. Sindmepa diz que serviços estão limitados a 30% da capacidade.

Dilson Pimentel
fonte

Muitas pessoas procuraram, em vão, atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Marambaia, em Belém, na manhã desta quinta-feira (5). Os médicos que trabalham na unidade estão em greve porque não recebem seus salários há dois meses.

Um dos pacientes que ficou sem atendimento foi o idoso Waldenores Cabral de Sousa, de 75 anos, que chegou de bicicleta na UPA, mas teve que voltar para casa. Ele foi afastar uma cômoda, na casa dele, e sofreu um acidente. “A cômoda escapuliu e caiu bem em cima do dedo do meu pé (esquerdo)”, contou. “Falaram que não tem previsão de atendimento tão cedo. Eu não sabia que estavam em greve”, afirmou Waldenores, que retornou para casa e disse que, depois, iria em uma farmácia.

Uma outra senhora, que preferiu não se identificar, caiu e também buscou atendimento na UPA. Ela também não foi atendida.

VEJA MAIS

image Profissionais da saúde de Ananindeua enumeram lista de motivos para continuar em greve
Até o início da greve existiam salários atrasados de outubro e novembro, além de dezembro. Segundo os profissionais, a empresa responsável pelos pagamentos oculta informações sobre os repasses da prefeitura, não justificando o motivo dos atrasos. Casos de assédio moral também são denunciados.

image Sem pagamento, paralisação de cardiologistas em Belém pode virar o ano, alerta médico
Médicos estão com serviços suspensos desde setembro por falta de pagmento. Com a paralização, há 186 pacientes à espera de atendimento em Belém

image Médicos de UPAs suspendem greve em Ananindeua após dois dias sem atendimento
Categoria mantém estado de greve, podendo deflagrar novo movimento grevista a qualquer momento

O mesmo aconteceu com outra pessoa que não estava se sentindo bem e também voltou para casa sem ter tido atendimento. Para ela, uma funcionária informou que “todas” as UPAs de Atendimento não estavam recebendo pacientes e sugeriu que ela buscasse atendimento em Ananindeua. 

Casos leves estão sendo encaminhados para UPAS da Sacramenta e Icoaraci, diz Sesma

Em nota, divulgada nesta quinta-feira (5), a Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) informou que as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Marambaia, Jurunas e Terra Firme estão abertas e atendendo casos graves e moderados, de acordo com o protocolo de Manchester.

Os casos de atendimento leves estão sendo encaminhados para as UPAS da Sacramenta e Icoaraci, para as Unidades Básicas de Saúde com funcionamento 24 horas ou, ainda, para o Pronto Socorro Municipal "Mário Pinotti" e "Humberto Maradei".

image Médicos que atendem nas UPAs e urgência de Ananindeua paralisam atividades nesta quinta-feira (15)
Esses médicos estão lotados nas Unidades de Pronto Atendimento da Cidade Nova, Icuí, Marighella, Distrito Industrial e nas Unidades de Urgência e Emergência do Jaderlândia, Paar e Águas Lindas

image Médicos em greve: UPA da Marambaia segue sem funcionamento nesta quarta-feira (9)
Pacientes que buscam atendimento voltam para casa, frustrados

image Vereadores querem que prefeitura explique greve de médicos nas UPAs de Belém
Secretário de Saúde deve ser convocado ao parlamento ainda este mês

A Sesma acrescentou que as UPAs são administradas por uma Organização Social (OS) responsável pela contratação dos médicos, que estão com os seus salários atrasados há 60 dias. A Sesma ressaltou que há um atraso de repasses para a OS, “mas que, contratualmente, isso não justifica o atraso no pagamento dos médicos. Como ocorrido no mês de novembro, a Sesma notificou novamente a OS para que regularize o pagamento dos médicos contratados por ela”.

A Sesma reforçou, ainda, que o repasse do recurso para a OS será regularizado a partir da segunda quinzena deste mês, quando o orçamento para este ano de 2023 será aberto.

image O senhor Waldenores Cabral foi um dos que procurou a UPA da Marambaia nesta quinta (5) e se deparou com um atendimento limitado (Carmen Helena / O Liberal)

 

Só 30% do atendimento está funcionando, diz Sindicato dos Médicos

Por nota, o Sindicato dos Médicos do Estado do Pará (Sindmepa) informou que “médicos da UPA Marambaia comunicaram ao sindicato, à Sesma e à população que iriam paralisar os atendimentos a partir do dia 25 de dezembro, por tempo indeterminado. Os profissionais reivindicam a regularização dos plantões realizados em outubro e novembro de 2022. Segundo os médicos, o último pagamento realizado foi referente ao mês de setembro. O movimento irá restringir os atendimentos a 30% do fluxo, mantendo assistência somente aos pacientes laranjas e vermelhos, que são casos mais graves de acordo com a classificação de Manchester”.

image Médicos das UPAs da Marambaia e Jurunas estão em greve; paralisação afeta serviço de saúde
Em nota, a Sesma diz que as unidades estão abertas e atendendo casos graves e moderados

“Segundo o comunicado, os médicos vêm solicitando há várias semanas informações sobre o repasse à equipe médica e não obtiveram retorno, assim como por parte da Secretaria de Saúde e da direção técnica da unidade”, diz a nota do Sindmepa.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM