Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Macacos do Bosque: causa da morte deve ser divulgada em 20 dias

Exames de necropsia começam nesta segunda-feira (6) em parceria com a Ufra

Saul Anjos / Especial para O Liberal

Exames de necropsia começam a ser realizados nesta segunda-feira (6) nos oito macacos-de-cheiro (Saimiri sciureus) encontrados mortos dentro do Bosque Rodrigues Alves, em Belém. As informações foram confirmadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) durante coletiva de imprensa na última sexta-feira (3). Nenhum outro animal foi achado morto dentro do local desde o ocorrido. O órgão estima que o resultado deve ser divulgado num prazo de 20 dias.

A Semma explica que a Prefeitura mantém parceria com a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) para realizar os exames. A Secretaria acrescentou que quatro primatas levados para Ufra e outros três foram encaminhados pelo departamento de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde para o Instituto Evandro Chagas (IEC). 

“Dos animais que faleceram, quatro foram entregues para a Ufra para que sejam iniciados os exames de necropsia, enquanto o departamento de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde levou três dos animais mortos para identificar possíveis doenças, procedimento que é protocolar em casos de número elevado de mortes entre animais da mesma espécie”, finalizou o comunicado. 

Até o momento não foi divulgado nenhuma suspeita do que possa ter ocasionado a morte dos macaquinhos. 

Sobe para 8 número de macacos encontrados mortos no Bosque Rodrigues Alves
A causa da morte está sendo investigada Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma)

Morte de seis macacos do Bosque é investigada pela Prefeitura de Belém
Eles foram encontrados mortos na área do bosque que fica mais perto da avenida Almirante Barroso com a travessa Lomas Valentinas

Fauna do Bosque é monitorada, garante Prefeitura de Belém

A Semma afirmou que toda fauna do Bosque está sendo monitorada. Técnicos e tratadores dos animais estão fazendo ronda dentro do local para observar o comportamento dos animais, como horário de alimentação ou de atividade. 

Anteriormente, apenas seis macacos foram encontrados mortos no Bosque, sendo quatro encontrados perto da parada de ônibus localizada na avenida Almirante Barroso, esquina com a travessa Lomas Valentinas e o restante próximo à esquina da travessa Perebebuí com a Almirante Barroso. No entanto, o número subiu para oito no mesmo dia. 

VEJA MAIS

Macaco com 17 milhões de fãs morre ao ir tratar dos dentes
Animal de 12 anos tem clipes famosos na plataforma de vídeo Tik Tok

Menina é atacada e arrastada pelos cabelos por macaco; vídeo
Ela foi salva por um homem que correu para resgatá-la. Os vizinhos relatam que o macaco chegou na aldeia em maio do ano passado e já era conhecido pelas autoridades por atacar as pessoas

Polícia ouve homem que capturou macaco em Belém
Indiciado vai responder pelo crime de caça a animais silvestres, previsto no art. 29 da Lei 9.605, cuja pena vai de três meses a um ano de detenção

Varíola de macaco: entenda sobre a doença que tem se espalhado no mundo
Já são 131 casos confirmados da doença segundo a OMS; Sespa diz ainda não há indicação de barreira sanitária no Pará

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM