Com 3 mil sepultamentos por ano e falta de vagas, Belém terá cemitérios e catacumbas verticais

Medida, que é ambientalmente mais adequada, visa ampliar a capacidade de sepultamento nas necrópoles públicas. A Prefeitura de Belém também deverá comprar espaços em cemitérios privados.

Victor Furtado e Fabyo Cruz
fonte

Anualmente, Belém realiza 3 mil sepultamentos nos cemitérios públicos da capital. A informação foi divulgada pela Prefeitura de Belém, na tarde desta quarta-feira (18), para anunciar que a capital terá mais catacumbas verticais nas necrópoles municipais e compra de vagas em cemitérios particulares — algo que já vinha sendo feito desde os momentos mais críticos da pandemia de covid-19. Há ainda o plano de criar novos cemitérios já no padrão vertical, que são mais adequados à legislação ambiental e são de mais fácil limpeza e manutenção. A gestão, no entanto, não detalha qual o déficit real de vagas para sepultamentos na cidade e distritos. Porém, o comunicado diz que "há urgência" em entregar soluções.

Por nota, a Prefeitura de Belém informou que "...a gestão municipal planeja centralizar em um único órgão, a administração dos cemitérios da cidade e a ampliação de vagas de sepultamentos em cemitérios públicos municipais da capital e distritos. A Prefeitura também estuda a construção de cemitérios públicos verticais, para dar conta da demanda. Atualmente, os cemitérios do Tapanã e de Santa Isabel, em Icoaraci, funcionam em regime rotativo. Já os cemitérios de Santa Izabel, no bairro do Guamá, e de São Jorge, na Marambaia, são de caráter perpétuo, ou seja, a Prefeitura concede a concessão dos túmulos para as famílias".

VEJA MAIS

image Mulher leva tiro e morre em cemitério enquanto liberava corpo
Até o momento nenhum suspeito foi encontrado

image Homem tem mal súbito e morre dentro de cemitério de Ananindeua em plena sexta-feira 13
A investigação aponta que o homem seria viciado em álcool e costumava adentrar o Cemitério São Jorge para ingerir bebida alcoólica nas dependências do local

image Cemitério da Soledade vira parque público e apresenta resultado de restauração de túmulos históricos
Espaço histórico recebe trabalho minucioso de pesquisadores da UFPA, e também revelou mais história com pesquisa arqueológica

Cemitério de Santa Izabel no Guamá será um dos primeiros locais

Em entrevista à Redação Integrada de O Liberal, o prefeito Edmilson Rodrigues destacou que a principal preocupação é garantir a destinação digna, principalmente, de pessoas mais pobres. Um dos primeiros locais onde deve ocorrer o mapeamento de espaços para construção das catacumbas verticais é o cemitério Santa Izabel no Guamá. Esse estudo deve ser entregue em 30 dias, estima o gestor. Essa área é num bloco onde não há mais acompanhamento histórico das famílias das pessoas sepultadas. O levantamento chegará aos cemitérios distritais também.

"A Prefeitura de Belém tem a responsabilidade de garantir o sepultamento dos seus cidadãos. Acontece que a nossa obrigação principal é sepultar os mais pobres, que não podem comprar sepultura privada. Como tem sido muito intensa a ocupação dos nossos cemitérios, e alguns já estão esgotados, mesmo o do Tapanã, já tendo um grau de saturação, nós estamos comprando vagas no privado, por um período, e estamos elaborando um grande projeto dentro de uma política cemiterial para requalificar os cemitérios sem refuncionalizar-los", disse o prefeito.

Lucas Farias, diretor de Necrópoles da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) — órgão que administra os cemitérios de Santa Izabel e de São Jorge —, explica que outro grande problema é a limpeza dos espaços. Como nos cemitérios públicos existe uma concessão aos usuários, a responsabilidade de manutenção das sepulturas cabe aos permissionários. "Esses usuários têm que procurar os cemitérios para regularizar a concessão junto à administração e principalmente limpá-las”, diz. Cabe à gestão municipal cabe apenas a manutenção e limpeza das quadras e alamedas dos cemitérios Santa Izabel e São Jorge, algo feito diariamente e seguindo cronogramas.

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM