Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Antigo reformatório de Cotijuba será restaurado e deve ganhar nova função na ilha

Ainda há várias propostas, mas todas envolvem a preservação da história contada pelo prédio atualmente em ruínas

Fabyo Cruz

Durante uma entrega de obras na ilha de Cotijuba, em Belém, nesta quarta-feira (21), o prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) anunciou que pretende restaurar o prédio do antigo reformatório local, já desativado e em ruínas, para transformá-lo em um espaço que agregue benefícios à comunidade local. As propostas reúnem áreas como economia, turismo ou saúde. O gestor confirmou que um planejamento ainda será feito. Porém, o espaço deverá preservar a característica histórica.

Para que o espaço possa ganhar uma nova cara, o prefeito informou que é preciso haver um diálogo com o estado. Ele acredita que não deve ocorrer empecilhos em virtude dos favorecimentos que a reformulação do local podem trazer à sociedade. “Eu vou conversar com o governador [Helder Barbalho] para que ele ceda à prefeitura o antigo reformatório da ilha. De repente a gente pode reformar uma nave para um serviço de saúde, uma parte à administração regional, exposição de artesanato ou até incluir os vendedores de café da manhã”, disse o prefeito.

Prefeitura conclui reforma da UBS de Cotijuba e garante nova iluminação e pavimentação de avenida Unidade de saúde ganhou gerador

Embarcação que transportava passageiros para participar de festa em Cotijuba é apreendida A embarcação “Marajó Norte” foi apreendida quando ainda estava atracada no Porto Aires, na avenida Bernardo Sayão

Prefeitura reforça partidas do porto de Icoaraci aos fins de semana Devido à grande procura do veraneio, os navios saem rumo a Cotijuba às 8h e 9h

Cotijuba é alternativa de verão barata e sem grandes aglomerações; veja como chegar Tutorial em vídeo do estudante Caio Tavares de como chegar na ilha tem circulado nas redes sociais

Edmilson disse ainda que, em breve, uma equipe de arquitetos deve ir à ilha com objetivo de analisar e medir o espaço, para que seja feita a elaboração de um projeto. “Imagino que possamos cobrir, retirar os pisos, compactar a base, recolocar os pisos que são ladrilhos cerâmicos. O que for preciso, complementamos com outro material. Vamos dar uso turístico a isso”, projetou o gestor municipal,              

O prefeito afirmou que o espaço estará à disposição da comunidade. Exemplificou que, caso seja solicitado, o espaço pode receber eventos das igrejas, escolas e cursos de formação. “Hoje está abandonado, mas a partir da nossa conversa com o estado, podemos dar uma nova cara. Esse é um sonho que logo mais iremos realizar”, declarou o prefeito.

No início do século XX, o que hoje é um prédio em ruínas, na ilha de Cotijuba, foi uma escola para reeducação de adolescentes em conflito com a lei. Em 1933, surgia o Educandário Nogueira de Faria, para abrigar esses adolescentes. Mais tarde, foi transformado em presídio. Condenados políticos também chegaram a ser aprisionados, ainda nos anos 30, durante o Estado Novo. O prédio perdeu a função de cárcere, em 1977, quando abrigava a antiga Colônia Penal de Cotijuba.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM