Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Presidente Jair Bolsonaro confirma que indicará evangélico para o Supremo Tribunal Federal

Jair Bolsonaro é recebido com os gritos de ‘mito’ em cerimônia no Centenário Centro de Convenções

Abílio Dantas / O Liberal

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) iniciou seu discurso na noite desta sexta-feira (18), no evento de aniversário de 110 da Assembleia de Deus, afirmando que nunca imaginou ser presidente da República, mas que decidiu "primeiro sozinho, retirar o Brasil das trevas".

. Veja o Minuto a Minuto da visita de Jair Bolsonaro a Marabá, Novo Repartimento e Belém

"Em 2014, soube por lideranças evangélicas que queriam ensinar para as nossas crianças o que não deviam", afirmou. Bolsonaro seguiu a fala atribuindo a Deus o fato de ter sobrevivido ao episódio da facada que recebeu durante a campanha de 2018, desferida por Adélio Bispo, que classificou como "um militante", ainda que nenhuma ligação de Bispo com movimentos sociais tenha sido associada pelas autoridades policiais como motivo para o ato.

VEJA TAMBÉM

. Sem máscara, presidente Jair Bolsonaro desembarca em Marabá e é recebido por apoiadores
. Justiça nega pedido do MPF para aplicação de multa por aglomeração em visita de Bolsonaro ao Pará
. 'Como eu gostaria que governadores fizessem o que eu faço', diz presidente Jair Bolsonaro, em Marabá
. No Pará, Jair Bolsonaro indica tratamento precoce contra a covid e diz: 'Sou imorrível'
. Presidente Jair Bolsonaro confirma que indicará evangélico para o Supremo Tribunal Federal

Pandemia

O presidente Jair Bolsonaro também tratou da crise sanitária causada pela covid-19, afirmando que não impôs ao povo toque de recolher nem lockdown. "Eu não fechei nada. Disse que tinha que preservar os mais idosos", disse.

Em 2019, durante o evento de aniversário da Assembleia de Deus naquele ano, Bolsonaro declarou que indicaria um nome para ocupar o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) que fosse "terrivelmente evangélico". Na noite desta sexta-feira, o anúncio foi repetido. "Quero aqui reforçar a promessa que fiz aos evangélicos quando fui eleito, de indicar um nome de um evangélico para ser aprovado pelo Senado para ir para o STF". O presidente também repetiu que "só saio de lá (da presidência) se Deus quiser".

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA