Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Ratinha' procura delegacia como testemunha e acaba presa em Santarém; entenda

O episódio surpreendeu quem estava por perto, já quem, a princípio, a mulher era apenas uma testemunha voluntária

O Liberal

Luciane da Silva Santos, mais conhecida como "Ratinha", foi presa, na última quinta-feira (9), quando procurou, espontaneamente, a Delegacia de Polícia para dar o testemunho sobre um caso de homicídio. Entretanto, a mulher não esperava que a decisão de contribuir com uma investigação resultaria na prisão dela. O caso inusitado ocorreu em Santarém, no oeste do Pará. Com informações da página SOS Santarém.

VEJA MAIS

'Maranhãozinho' invade residência e acaba morto pelo dono do imóvel em Redenção
O dono da residência foi ouvido e liberado para responder ao processo em liberdade

Homem acusa a ex de ataque com soda cáustica por não aceitar o fim do relacionamento
Mulher, que diz estar grávida de Rafael, também o acusou de agressão

'Estelionatária do iPhone' é presa em Tucuruí; vítima relata golpe com cheque sem fundo
Luana Beliche de Assis é acusada de aplicar golpes de venda de celular que somam um valor estimado de R$ 50 mil

Tudo ocorreu quando, segundo detalhou a Polícia Civil, a mulher se identificou com a Carteira de Identidade. Uma busca no sistema policial indicou um mandado judicial de prisão em aberto contra a jovem, pelo crime de furto. 

O episódio aconteceu na 16ª Seccional Urbana de Santarém e surpreendeu quem estava por perto, pois, a princípio, Luciane era apenas uma testemunha voluntária, e, de repente, assumiu o papel de indiciada.

Urso de pelúcia é encontrado com tornozeleira eletrônica que seria de foragida
Um levantamento preliminar aponta que a tornozeleira pertence a uma mulher que já esteve presa e está foragida

Adolescente, mantida em cárcere pelo ex-companheiro, se salva após enviar SMS à mãe
Além da jovem, a filha de um ano também foi mantida presa até o resgate da Polícia. A adolescente afirmou que o homem era violento, possessivo e não aceitava o término da relação

A polícia informou que a prisão da mulher se deu justo no momento de checagem da RG para preenchimento da ficha de identificação, como testemunha. Como já estava na DP, Luciane passou pelos procedimentos de praxe e foi levada para a cela da 16ª. Na manhã desta sexta-feira (10), ela foi transferida para a penitenciária.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA