logo jornal amazonia

PF faz operação contra fraude de registros para compra de armas no Pará

Durante a ação, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de medida cautelar diversa da prisão, que consiste na suspensão de atividade econômica

Fabyo Cruz
fonte

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (17) a Operação Falsarius, em Belém, com objetivo de apurar a prática de crimes de fraude na aquisição e registro de armas de fogo, além de comércio ilegal de armamento. Falsarius significa “falsificação” em grego.

VEJA MAIS

image Belém terá todo o efetivo da Guarda Municipal habilitado para porte de arma até final de dezembro
O anúncio foi feito nesta segunda-feira (7) pelo órgão; profissionais da segurança passam, também, por curso de habilitação

image Tráfico de Armas: Polícia Civil prende acusado de transportar armamento de forma ilegal no Pará
Com o acusado, o foram apreendidas armas e munições em situação irregular

image Número de CACs é maior que o de PMs e integrantes das Forças Armadas no Brasil
Colecionadores de armas, atiradores profissionais e caçadores cresceram 474% desde 2018

Durante a ação, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de medida cautelar diversa da prisão, que consiste na suspensão de atividade econômica. Segundo a PF, os alvos da operação são investigados por suposta fraude em procedimentos para a compra de armas de fogo junto à Polícia Federal, por meio da falsificação de laudos de aptidão técnica ao manuseio de arma de fogo.  

Ao longo da investigação, feita pela Delegacia de Controle de Armas e Produtos Químicos, apurou-se que os investigados estariam facilitando o acesso à aquisição de armas de fogo, sem que elas cumprissem uma etapa obrigatória do procedimento para a compra de arma, que é a realização da prova de tiro.

De acordo com a Polícia Federal, essa é a segunda operação deflagrada pela Delegacia de Controle de Armas e Produtos Químicos no Estado do Pará em 2022 para desarticular fraudes criminosas que ocorrem nos bastidores da compra de armas de fogo. A ação é um desmembramento da Operação Psiquê, que ocorreu em maio deste, também em Belém, onde, também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão

 

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA