Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pastor é investigado por abuso sexual contra fiel durante oração

O religioso chegou a abrir zíper da calça e encostou pênis nas pernas da mulher enquanto orava

Rayanne Bulhões

Um pastor está sendo investigado por importunação sexual contra uma fiel, em Paciência, no Rio de Janeiro (RJ). Segundo a vítima, o líder religioso chegou a colocar o pênis para fora da roupa e encostá-lo nas pernas da mulher. O crime teria ocorrido durante uma campanha de oração, dentro da casa da fiel, que estava orando. A informações são do jornal O Dia.

VEJA MAIS

Em visita ao Brasil, turista americano é detido após mostrar pênis para garçonete
As câmeras de segurança do estabelecimento registraram a importunação sexual

Vereador e ex-PM Gabriel Monteiro vira réu por assédio e importunação sexual
Embora seja duas vezes réu, o político ainda não teve mandato cassado pela Câmara do Rio de Janeiro

Cirurgião plástico é denunciado por casos de violência sexual; médico já havia sido preso
Estevão José Rodrigues foi denunciado pelo MP/RS por diversos crimes sexuais, entre eles estupro e importunação sexual

Em depoimento, a vítima disse que o pastor – da Igreja Pentecostal Justiça de Deus -  teria se aproveitado do momento de fé para cometer o abuso. A mulher acionou a polícia, mas o homem fugiu antes da chegada dos agentes. Desde então, ninguém sabe do paradeiro dele.

Mulher mata suspeito de importunação sexual com um guarda-chuva
Ela afirmou que usou o objeto para se defender após ter sido vítima de agressões e importunação sexual

“A investigação está em andamento e estamos tentando identificar outras possíveis vítimas. Temos que juntar bem mais elementos para fundamentar um pedido de prisão”, disse o delegado Fabio Luiz da Silva, da 36ª DP (Santa Cruz), responsável pela investigação.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA