Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraense foragido por homicídio é preso no Rio de Janeiro

Ele é suspeito de matar homem em Barcarena, junto com dois comparsas, por achar que vítima estava envolvida em furto

O Liberal

Equipes da 15ª DP, na Gávea, e da Polícia Civil do Pará, prenderam em Macaé, no Norte Fluminense, na manhã desta quarta-feira (1º), Adauto Kelly Silva e Silva, de 37 anos. O paraense é acusado de homicídio qualificado e estava foragido da Justiça.

Adauto Silva foi capturado na usina termelétrica onde trabalhava. De acordo com os policiais, Adauto é acusado de ter matado um homem no ano de 2021, no município de Barcarena, no Pará.

VEJA MAIS

Saiba quem são os três traficantes paraenses procurados na Vila Cruzeiro, no RJ
Informações que ajudem as polícias a localizar os foragidos podem ser repassadas aos seguintes contatos: (21) 98849-6099 – Whatsapp; (21) 2253 1177 ou 0300-253-1177; além do aplicativo “Disque Denúncia RJ”

Saiba quem é Eraldo, paraense suposto chefe de tráfico do Pará, morto em operação do Bope no RJ
Eraldo de Novaes Ribeiro está entre os 22 mortos de uma operação do Bope em Vila Cruzeiro. Polícia Civil carioca confirma outros paraenses envolvidos em ataques a agentes de segurança

Sobe de 3 para 4 o número de paraenses mortos na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro
Segup afirma que todos eram investigados por envolvimento com facções criminosas

A polícia informou que o homem foi reconhecido como autor dos disparos pela própria vítima, que chegou a ficar internada, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda de acordo com as investigações, Adauto efetuou os disparos de dentro de um carro, acompanhado de dois comparsas. O trio teria cometido o crime por acreditar que a vítima estava envolvida em um furto.

Vila Cruzeiro

Na última semana, durante uma operação do Bope e da Polícia Rodoviária Federal na Vila Cruzeiro, Zona Norte do Rio de Janeiro, três paraenses foram mortos, todos acusados de integrarem a maior facção criminosa do Rio.

Um dos mortos era Mauri Edson Vulcão Costa, o Deo, apontado como responsável por diversos ataques a agentes de segurança pública no Pará recentemente.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA