logo jornal amazonia

Mulher morta em hotel de Altamira: marido é o principal suspeito e segue foragido

Marcileide Bezerra de Souza Olímpio se hospedou no hotel junto com Anderson Olímpio. Ele não foi mais visto desde que ela foi encontrada morta

O Liberal
fonte

Anderson Olímpio, marido de Marcileide Bezerra de Souza Olímpio, 36 anos, é o principal suspeito de envolvimento na morte da mulher. Marcileide foi encontrada morta na tarde de segunda-feira (5) em um quarto de hotel localizado na travessa Dez de Novembro, centro de Altamira, região sudoeste do Pará. Pessoas próximas à vítima acreditam que ele possa ter relação na morte da esposa. Anderson segue foragido e sendo procurado pela polícia.  As informações são do Confirma Notícia.

VEJA MAIS 

image ​Mulher é encontrada morta dentro de hotel em Altamira
Testemunhas relataram à polícia que o principal suspeito é um homem que se hospedou junto com a vítima e não foi mais visto no local

image Flanelinha é morto a tiros em Castanhal; motivação do crime é desconhecida
Corpo da vítima foi encontrado com marcas de tiros

image Homem é encontrado morto com as mãos e boca amarradas no Icuí-Guajará
O crime ocorreu ao lado da Escola Bosque

As autoridades ainda não se pronunciaram sobre o que pode ter sido a causa da morte. A vítima se hospedou com Anderson no hotel. O marido de Marcileide supostamente teria entrado em contato com mãe dela, às 14h de segunda-feira (5), comunicado a morte da companheira. Depois disso, Anderson não foi mais visto.

No local onde a mulher foi encontrada morta, a Polícia Militar (PM) achou a vítima jogada no chão do quarto e materiais que seriam usados para o consumo de drogas

Declaração e histórico do casal

O casal se casou em 2018 numa igreja. No Facebook, Marcileide mostrava a felicidade do casal nas fotos. No dia 9 de novembro de 2019, a mulher fez uma publicação como forma de declaração ao companheiro. “Namorados para sempre. Eu te amo”, diz o texto na imagem. 

No entanto, testemunhas relataram ao Confirma Notícia que Anderson e Marcileide teria se separado num determinado momento do relacionamento e que Anderson tinha histórico de violência doméstica. A polícia não confirmou a informação. 

Tristeza com a notícia da morte da vítima

Amigos e familiares repercutiram a morte de Marcileide nas redes sociais. Na noite de segunda-feira (5) às 19h18. Uma mulher lamentou a perda. “Descanse em paz, minha amiga”, publicou a internauta, que terá o nome preservado pela reportagem. 

No mesmo post, outra mulher, que também não terá o nome revelado, alega que tinha conversado com a vítima em outubro deste ano e que Marcileide demonstrava estar feliz ao lado de Anderson. “Sem acreditar. Não tem um mês que falei com ela. Estava casada e feliz frequentando a igreja”, disse. 

A redação integrada de O Liberal solicitou a Polícia Civil (PC) detalhes sobre a situação de Anderson referente ao caso e aguarda retorno. 

Ajude a polícia 

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA