logo jornal amazonia

Jovem de Parauapebas é morta pelo ex-companheiro nos Estados Unidos

Após o crime, ele teria tirado a própria vida

O Liberal
fonte

Uma jovem, identificada como Melyssa Pereira da Costa, 21 anos, natural de Parauapebas, no sudeste do Pará, foi assassinada, na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Dunbury, no estado de Connecticut, nos Estados Unidos. O suspeito é o ex-companheiro da vítima, identificado como Dheraldy Mendes. Após o crime, ele teria tirado a própria vida. O ex-casal deixou um filho de apenas um ano.

Amigos de Melyssa, que moram nos Estados Unidos, criaram uma vaquinha virtual com objetivo de arrecadar dinheiro para trazer o corpo dela ao Brasil. Na página, eles afirmam que a jovem “veio para os Estados Unidos acompanhada de seu ex-marido em busca de melhorar a vida de ambos, mas infelizmente ela teve sua vida interrompida pelo ex-companheiro, que não aceitou o fim do relacionamento”.

VEJA MAIS

image Menina de 7 anos é vítima de escalpelamento na zona rural de Portel, na ilha do Marajó
Segundo a família da criança, o estado de saúde dela é estável. A menina deve ser transferida para Belém, onde receberá atendimento especializado para reconstrução do couro cabeludo

image ‘Polo Joalheiro não tem segurança’, diz advogado de proprietária que teve loja roubada
Nenhum dos seis envolvidos no assalto ao Espaço São José Liberto foram presos até a noite desta segunda-feira (20)

image Jovem desaparecido é encontrado morto em vala, na cidade de Marabá
O caso ocorreu na tarde de domingo (19) e chocou os moradores da área

“Ela deixa para trás seu filho de apenas um ano e o grande sonho de poder dar uma vida melhor para ele. A mesma não tinha família aqui nos EUA, apenas amigos e companheiros de trabalho. Portanto, pedimos a solidariedade de todos para realizar o desejo da mãe de poder se despedir de sua filha uma última vez”, escreveram os amigos.

Dheraldy era da cidade de Rondon do Pará, também no sudeste do Estado. Os dois haviam se estabelecido nos Estados Unidos há alguns anos e já estariam trabalhando por lá.

As circunstâncias que levaram ao homicídio seguido de suicídio ainda estão sendo investigadas pela pol​ícia americana, que não forneceu maiores detalhes sobre o caso. Portanto, é desconhecida a forma como o casal morreu e onde exatamente o fato foi registrado. A polícia também não forneceu informações sobre o filho de Melyssa.

Nas redes sociais, internautas lamentaram o ocorrido: “Sem acreditar”, “A ficha ainda não caiu”, “Irmão, que Deus te receba de braços abertos. Uma notícia inesperada, mas todos lembraremos de você. Um abraço no céu, meu irmão e grande amigo. Te amamos”, escreveram.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA