logo jornal amazonia

Homem em situação de rua sofre tentativa de homicídio em Castanhal

O caso aconteceu na noite de segunda-feira (28), na feira da Ceasa

Patrícia Baía
fonte

Um homem identificado como Marlon Max Moraes Monteiro, de 28 anos, foi atingido por um tiro na cabeça e outro no braço, por volta das 21h30, na feira da Ceasa, em Castanhal, nordeste do estado.

VEJA MAIS

image Morador de rua é baleado enquanto recolhia latinhas na rua
Rapaz foi atingido no braço e não conseguiu enxergar atirador

image Morador de rua é morto com seis facadas
A vizinhança relatou que ouviram os gritos de socorro do rapaz, mas quando saíram das residências, ele já estava assassinado de bruços na calçada.

A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, sendo posteriormente transferida para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência em Ananindeua. 

De acordo com o comandante do 5° Batalhão de Policiamento Militar, Coronel Galhardo, a vítima é uma pessoa em situação de rua que costuma circular na área da Ceasa, localizada no Centro de Castanhal. “Pelo o que apuramos o rapaz é morador da área. E na hora que foi atingido estava sozinho. Não sabemos ainda as circunstâncias do crime. O irmão da vítima contou que ele seria usuário de drogas”, disse.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Castanhal. Os autores do crime ainda não foram identificados. Não se tem notícias sobre o estado de saúde da vítima.

Morte natural

Na manhã desta quinta-feira (1º), um homem sem identificação foi encontrado morto por populares também na área da feira da Ceasa. De acordo com a Polícia Militar, aparentemente a morte ocorreu por causas naturais, pois o corpo não apresentava marcas de agressão ou perfuração por arma branca. O corpo foi levado para o Centro de Perícias Científicas de Castanhal.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA