logo jornal amazonia

Homem é abordado pela PM no Pará e confessa duplo homicídio no Maranhão

Os policial constataram um mandado de prisão em aberto contra o acusado

O Liberal
fonte

Rafael Alves de Souza, de 28 anos, foi recapturado na tarde de quarta-feira (11) pela Polícia Militar (PM) no município de Placas, região sudoeste do Pará, na rodovia BR-230, que também é conhecida como Transamazônica. O homem, que estava sob a condição de foragido da Justiça, confessou aos policiais que havia matado duas pessoas em São Luís, capital do Maranhão. As informações são do Portal Giro.

VEJA MAIS 

image Recompensa de R$ 5 mil é ofertada para quem ajudar na prisão de envolvido na morte de PM no Pará
Gracimilton Silva Rocha, conhecido pelo apelido de "Liquinho", já era procurado por um homicídio qualificado. Ele teria atirado com o militar com uma espingarda no último sábado (7)

image Foragido é recapturado pela PM em Marabá
Valdecy da Conceição confessou que removeu o monitoramento eletrônico e que pretendia não retornar ao sistema penitenciário

image Acusado de homicídio no Maranhão é preso pela PM em Parauapebas
Cloves Fernandes Cardoso, 56 anos, tinha um mandado de prisão preventiva em aberto desde 2018 pelo crime de homicídio

Por volta de 14h30, a PM foi informada que havia um rapaz caminhando na BR-230 com as mesmas características de um homem que cometeu feminicídio na cidade de Trairão, também no sudoeste paraense. 

Em posse da denúncia, os militares se dirigiram até o local e avistaram, nas proximidades do quilômetro 270, sentido a Rurópolis. O suspeito era Rafael.

O acusado foi abordado e contou à polícia sobre o duplo homicídio que teria cometido. As autoridades não revelaram mais detalhes acerca desse crime. 

Rafael foi conduzido à Delegacia de Placas, onde foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Os procedimentos cabíveis foram realizados na unidade policial. 

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA