logo jornal amazonia

Empresário é executado com tiros na cabeça, dentro do próprio estabelecimento, em Altamira

Outra pessoa, que seria funcionária do estabelecimento, também teria sido atingida pelos disparos na perna

O Liberal

O empresário Heraldo Carneiro, de 40 anos, foi assassinado a tiros dentro de sua loja, nesta sexta-feira (21), por volta das 10h, na rua Adutora, bairro Jardim Independente II, em Altamira, sudoeste do Pará. Outra pessoa, que seria funcionária do estabelecimento, também teria sido atingida pelos disparos na perna. De acordo com relato de testemunhas, o autor do crime estava em uma moto. Com informações do site Confirma Notícia.

VEJA MAIS

Motorista morre após passar mal e colidir com calçada em Altamira
Acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira, 14, em frente ao Complexo Regulador de Altamira, no Centro da cidade

Suspeito de matar mãe e filha é morto em confronto com a polícia no Pará
O caso ocorreu na noite da última quarta-feira (19), na cidade de Altamira, sudoeste do estado

Corpo de adolescente queimado, sem cabeça e com faca na boca é encontrado em Altamira
Vítima de 17 anos apresentava sinais de intensa tortura. Ele foi encontrado numa área de mata perto do presídio de Altamira

As informações preliminares apontam que a ação do criminoso foi rápida. Ele chegou ao estabelecimento em uma motocicleta, desceu do veículo e realizou vários disparos contra a vítima, que morreu no local. O criminoso, que ainda não teve o nome identificado, fugiu do local logo após a ação. Heraldo Carneiro, que conhecido entre os amigos como "Pretinho", foi atingido na região da cabeça.

Onda de crimes em Altamira

O corpo de um adolescente de 17 anos foi encontrado com sinais de intensa tortura e brutalidade, na manhã da última quinta-feira (20), em Altamira. No corpo do jovem, há marcas que indicam que a vítima foi amarrada, espancada, queimada e decapitada. A cabeça foi encontrada perto do cadáver, com uma faca cravada na boca e as mãos amarradas para trás. O crime ocorreu em uma área de mata, próxima ao antigo presídio do município.

Jovem de 25 anos é executado a tiros em Altamira, no sudoeste paraense
Tiago de Nazaré Silva estava em uma distribuidora de bebidas quando foi alvo de um atirador

Suspeitos de assalto e tráfico de drogas morrem em confronto com a polícia em Altamira
Trio planejava assalto a banco em Medicilândia, mas plano foi frustrado por intervenção policial após denúncia. Todos tinham passagem pela polícia e faziam parte de grupo criminoso que atua no Pará e Maranhão

Dois homens tentaram fugir durante uma abordagem da Polícia Militar, sendo que um deles reagiu, disparando contra os militares, mas acabou sendo atingido pela guarnição que revidou o ataque, resultando na morte do atirador, segundo a narrativa policial. O caso ocorreu na noite do último dia 19. Claudecir Alexandre de Oliveira Sousa, conhecido como "Traça", e Ricardo Soares Rodrigues, de 23 anos, são suspeitos de cometer vários crimes na cidade. Claudecir, ainda tentou escapar, ele teria disparado contra a guarnição que revidou e acabou sendo atingido. Traça foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Tiago de Nazaré Silva, de 25 anos, foi assassinado a tiros na noite do último dia 7, em Altamira, sudoeste do Pará.  Segundo informações da polícia, a vítima estava em uma distribuidora de bebidas quando foi alvo dos disparos. Outras pessoas que estavam no local correram e conseguiram escapar dos tiros. A Polícia Civil vai investigar o caso, que tem características de execução.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA