logo jornal amazonia

Suspeitos de assalto e tráfico de drogas morrem em confronto com a polícia em Altamira

Trio planejava assalto a banco em Medicilândia, mas plano foi frustrado por intervenção policial após denúncia. Todos tinham passagem pela polícia e faziam parte de grupo criminoso que atua no Pará e Maranhão

O Liberal
fonte

Um trio que planejava um assalto a banco no município de Medicilândia, foi alvo de intervenção policial em Altamira, sudoeste do Pará, na noite de quarta-feira, 12. Na ação, dois suspeitos morreram, após troca de tiros com a guarnição, e um foi preso em flagrante. Armas, munições, drogas e mais de 2 mil reais foram apreendidos na residência onde o trio se escondia. As informações são do Confirma Notícia.

A ação começou quando a Polícia Civil recebeu a informação de que um grupo de criminosos estaria se preparando para assaltar uma agência bancária localizada no município de Medicilândia. Na denúncia, a localização dos suspeitos foi delatada, indicando que eles estariam se escondendo em uma casa no bairro Brasília, em Altamira.

image Alessandro Matias Alves (esquerda) e Henrique Xavier dos Santos (direita) morreram em conflito. (Reprodução / Confirma Notícia)

Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi até o local e foi recebida a tiros pelos suspeitos identificados como Alessandro Matias Alves e Henrique Xavier dos Santos. Durante a troca de tiros, ambos foram atingidos. Eles foram socorridos e encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiram e morreram.

Um terceiro suspeito foi encontrado na casa, identificado pelo nome Wagner Luiz Costa Almeida Barros, que foi preso em flagrante e encaminhado à Seccional Urbana de Altamira.

VEJA MAIS

image 'Paca Podre': suspeito de assaltos e violência contra a mulher morre após apontar arma para PM
Cidnei da Conceição Dias do Espírito Santo, conhecido como Paca Podre, morreu após intervenção policial na quarta-feira, 12, em Oeiras do Pará. Segundo moradores, ele era considerado perigoso

image Professor é preso suspeito de estuprar aluno em escola de Castanhal
A própria vítima denunciou o caso à polícia

image Cão farejador encontra 80 kg de cocaína em lataria de carro e três pessoas são presas em Castanhal
Os passageiros, que vinham Rondônia, disseram que iriam a Santa Izabel apenas para "tomar uma água de coco"

Assalto a banco era estruturado e pode envolver mais suspeitos

Segundo a apuração da polícia, no plano de assalto a banco em Medicilândia, que acabou sendo frustrado, Henrique seria o responsável por colocar e acionar explosivos, enquanto Alessandro e Wagner eram responsáveis pela logística e recrutamento de integrantes.

No local, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, um revólver calibre 32, 12 munições intactas calibres 32 e 38, sete munições deflagradas, quase 400 gramas de substância que aparenta ser maconha, uma balança de precisão e R$ 2.500 reais em espécie.

Segundo a polícia, o trio faz parte de um grupo criminoso conhecido, que atua no Pará e no Maranhão, e costuma assaltar bancos e ainda traficar drogas. Todos os envolvidos possuem passagens pela polícia. A redação integrada de O Liberal apura mais detalhes junto à Polícia Civil do Pará (PC) para saber se há mais envolvidos nos assaltos a bancos na região.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA