Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Criminoso encapuzado abre fogo contra casal e mata mulher na Condor

Namorado da vítima conseguiu correr e escapar dos tiros; familiares o acusam de ser o verdadeiro alvo do atirador

João Paulo Jussara

Uma cena de violência assustou os moradores do bairro da Condor, em Belém, na tarde desta quarta-feira (6). Márcia Cristina Souza Rodrigues, de 42 anos, foi assassinada a tiros por um homem encapuzado quando desembarcava de um carro de aplicativo em frente à residência da mãe. O namorado da vítima também estava no veículo, mas não chegou a ser atingido pelos disparos. A Polícia Civil investiga o caso.

VEJA MAIS

Adolescente encontrada morta em Marabá foi assassinada com tiro na cabeça, diz Polícia Civil
Vítima estava desaparecida desde o dia 20 de março. O corpo dela foi encontrado em avançado estado de decomposição

Adolescente é morta com nove facadas pela própria irmã, no Pará
Ela ainda foi socorrida, mas não resistiu. Acusada foi presa e autuada em flagrante

Jovem é morta a tiros em Icoaraci; Polícia investiga o caso
Ela foi encontrada muito feria perto de uma igreja na rodovia Arthur Bernardes

Testemunhas relataram que ouviram cerca de 10 disparos. Márcia e o namorado chegaram na casa da mãe, na passagem Marajoara, por volta das 15h30. O atirador já aguardava pelas vítimas no local. Assim que saíram do veículo, o criminoso sacou a arma e atirou várias vezes na direção do casal.

Márcia foi atingida em várias partes do corpo, já o namorado dela conseguiu correr e fugiu do local, sem ser baleado. Familiares da vítima afirmaram que o verdadeiro alvo do atirador seria o companheiro e que ela não teria nenhum envolvimento com o mundo do crime. Depois de passar algum tempo escondido às proximidades, o namorado de Márcia, que não teve o nome divulgado, voltou à cena do crime e foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento. Revoltados, familiares o acusaram de ter sido o responsável pela execução: "A culpa foi tua, não era pra ela ter morrido!"

A Polícia Militar isolou o local do crime para o trabalho investigativo da Polícia Civil e dos peritos da Polícia Científica do Pará (PCP). O corpo foi removido por volta das 17h30 para o Instituto Médico Legal (IML), de onde será liberado para ser velado e sepultado pela família. O autor dos disparos segue foragido. Qualquer informação sobre a identidade dele pode ser repassada às autoridades pelo Disque-Denúncia (181).

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA