Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo é encontrado no rio Guamá; suspeito confessou o crime e foi preso

O corpo foi encontrado por um pescador, que o amarrou próximo de um local seguro até a chegada das autoridades policiais

O Liberal

O corpo de um homem foi encontrado na manhã desta terça-feira (5), nas águas do rio Guamá, na comunidade Serraria Boa Vista, meio rural de São Miguel do Guamá. A vítima foi identificada como Manoel Diniz Teixeira. O corpo foi encontrado por um pescador, que o amarrou próximo de um local seguro até a chegada das autoridades policiais. O suspeito de matar a vítima foi identificado como Nael da Silva Souza. Ele confessou o crime e foi preso. As informações são do Portal SMG. 

VEJA MAIS

Corpo encontrado na Baía do Guajará era de advogada da OAB-PA
Sophia Velasco Assunção, que era vice-presidente da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB-PA, desapareceu na noite da última quinta-feira (30), após cair nas águas em frente à Estação das Docas, em Belém

Corpo de homem é encontrado em igarapé; vítima tinha uma perfuração no pescoço
De acordo com testemunhas, jacarés estavam ao redor do corpo do homem

Corpo de jovem que estava desaparecido é encontrado em igarapé de Santarém
Desaparecido desde o último sábado (25), Mateus Carvalho da Silva, 24 anos, foi encontrado morto na noite da quarta-feira (29)

Nael contou aos policiais que iria usar drogas quando Manoel supostamente o agrediu com uma garrafa. O suspeito chegou a ficar com a mão machucada e revidou com a mesma garrafa. Manoel foi golpeado no pescoço. A vítima caiu desacordada no chão. O suspeito fugiu logo em seguida. 

No entanto, Nael contou que não jogou o corpo nas águas do rio Guamá. Antes do crime ser cometido, o suspeito estava acompanhado de outras três pessoas, incluindo o próprio irmão da vítima.  

“Eu peguei o gargalo da garrafa dele e só sei que eu dei-lhe e pegou no pescoço. Ele ficou caído lá e eu corri.  Os outros três que estavam já tinham saído. Um era irmão dele e o outro era meu irmão, conhecido como Natalzinho. Só eu que furei ele, porque ele queria me matar”, diz Nael em um vídeo compartilhado nas redes sociais onde confessa o crime. 

A Polícia Científica do Pará (PCP) fez a remoção do corpo do local. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA