Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de jovem que estava desaparecido é encontrado em igarapé de Santarém

Desaparecido desde o último sábado (25), Mateus Carvalho da Silva, 24 anos, foi encontrado morto na noite da quarta-feira (29)

O Liberal

Desaparecido desde o último sábado (25), Mateus Carvalho da Silva, 24 anos, foi encontrado morto na noite da quarta-feira (29), em um igarapé ao lado do Campo do Grêmio, bairro Área Verde, em Santarém, oeste paraense. O local de difícil acesso fica próximo à rua Transmaicá, zona leste da cidade, e o corpo boiando junto a uma barreira formada por galhos, pedaços de pau, garrafas pets e outros resíduos. Devido à dificuldade de acesso diante da escuridão da noite, somente na manhã de quinta-feira (30) as providências sobre a remoção do corpo foram executadas. As informações foram divulgadas pelo site O Impacto, pelo portal RDN e pela página SOS Santarém.

O sumiço de Mateus mobilizou as redes sociais desde o último domingo (26), mas, de acordo com a família, o jovem saiu de casa no sábado (25). Teria sido visto pela última vez em um bar no bairro Livramento. Uma testemunha viu Mateus pular no igarapé e, ao saber nas redes sociais que familiares compartilhavam sobre o sumiço dele, os comunicou. Com isso, familiares e amigos iniciaram as buscas. 

Populares acionaram a polícia no início da manhã desta quinta-feira (30) para comunicar que um corpo foi visto boiando nas águas do igarapé que corta os bairros Uruará e Área Verde. Quando a guarnição da Polícia Militar chegou ao local, foi informada que o corpo era do jovem.

A Polícia Científica do Pará (PCP) foi acionada para realizar o levantamento de local e a remoção do corpo. As causas da morte serão apuradas, bem como possível relação com algum crime. Familiares disseram à polícia que não têm suspeita sobre o que pode ter acontecido com Mateus. Também não souberam informar se ele tinha inimizade com alguém. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA