logo jornal amazonia

Castanhal: motorista é preso em fiscalização da PRF por porte ilegal de arma de fogo

O armamento que estava com o condutor, se tratava de uma pistola PT 92 AFS-D, calibre 9 mm

O Liberal
fonte

Um homem, que não teve o nome divulgado, foi preso na tarde de segunda-feira (12) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Castanhal, região nordeste do Pará, por porte ilegal de arma de fogo. O suspeito foi abordado durante uma fiscalização na rodovia BR-316, na altura do quilômetro 54.  As informações foram divulgadas pelo site Native News Carajás. 

VEJA MAIS

image Quadrilha envolvida em onda de roubos é presa pela polícia em Marabá
Três dos suspeitos eram foragidos da Justiça por homicídio qualificado, roubo majorado e receptação

image Jacundá: Pastor é preso por estupro de vulnerável dentro de ônibus que saiu do Maranhão
O suspeito estava foragido desde dezembro de 2019, quando a Justiça de Rondônia expediu mandado de prisão contra ele

image PRF: Mulher é presa com 7 kg de "skunk" em ônibus intermunicipal, em Santarém
Acusada transportava droga e estava com um filho de 4 anos

Os policiais rodoviários se aproximaram de um automóvel e verificaram a presença de uma pistola PT 92 AFS-D, calibre 9 mm. O motorista foi questionado, mas ele não possuía nenhum tipo de documentação que comprovasse a legalidade do armamento. 

Diante da ocorrência, o condutor foi detido e encaminhado à Delegacia de Flagrante da Polícia Civil (PC) de Castanhal, para realizar os devidos procedimentos.  

Segundo o site do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), a pena para quem comete o crime de porte ilegal de arma de fogo, com base na lei do Estatuto do Desarmamento, nº 10.826/2003, é de dois a quatro anos de prisão, pode conter o pagamento de multa.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA