Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Caso juíza Monica de Oliveira: 'Tinha disparado nela mesma', afirma o marido da magistrada

O juiz tratou o caso como “lamentável incidente”

O Liberal

O juiz João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior afirmou que a esposa, a juíza Monica Andrade Figueiredo de Oliveira, de 47 anos, deu um tiro nela mesma. A declaração foi feita em um áudio enviado à TV Liberal. Na manhã desta terça-feira (17), o magistrado deixou o corpo da juíza na sede da Divisão de Homicídios de Belém, no bairro de São Brás. Ela apresentava um ferimento por arma de fogo na altura do peito, segundo a polícia.

Caso juíza Monica de Oliveira: o que se sabe sobre a causa da morte, velório e relação com o juiz
Juíza Monica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira foi encontrada morta dentro do carro do esposo, o também juiz João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior na manhã da terça-feira

Ao produtor Léo Nunes, da TV Liberal, o​ juiz João Augusto disse que não tinha condições de falar, mas detalhou o caso por ele tratado como “lamentável incidente”.

Caso juíza Monica de Oliveira: ‘Não cometeria uma loucura dessa’, diz prima da magistrada
Ivonete Ludgério disse que não quer fazer pré-julgamento e deseja que a justiça seja feita

Caso juíza Monica de Oliveira: MPPA designa promotor para atuar nas investigações
O promotor de Justiça Luiz Márcio Teixeira Cypriano, da Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial e da Tutela Coletiva da Segurança Pública de Belém, foi designado para acompanhar as investigações e atuar no inquérito policial da morte da juíza Monica Andrade Figueiredo de Oliveira, de 47 anos

O magistrado explicou que a Monica Maria morava em Campina Grande, na Paraíba, mas estava na capital paraense nos últimos dias.

“Ela vem para cá, eu vou para lá e assim sucessivamente. Neste momento ela estava aqui. Num momento de fraqueza ou coisa parecida, nesta noite, onze e meia da noite, ela já saiu com as malas como se fosse para o aeroporto viajar”, relembrou o juiz.

Caso juíza Monica de Oliveira: Tribunal de Justiça do RN lamenta a perda da magistrada
Monica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira, de 47 anos, ingressou no Poder Judiciário do RN em 2016; era titular da Vara Única de Martins e ocupava a diretoria do fórum daquela comarca

Caso juíza Monica de Oliveira: confira o depoimento do juiz registrado no boletim de ocorrência
O juiz João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior relata discussão com a esposa na noite anterior à que ele levou o corpo dela à delegacia

“Para a minha surpresa, às 6h40 (desta terça-feira), quando eu desci, ela simplesmente estava no carro e tinha disparado um tiro nela mesma. Essa situação está confirmada pelas câmeras de vídeo do prédio, mas o inquérito está em sigilo, por enquanto, não se pode ter uma visão geral sobre o procedimento. Nesse momento em que eu me deparei com isso, me encaminhei com ela, no carro, ela estava no carro no lugar do passageiro, para a Divisão de Homicídios. Fui atendido pelo delegado e, lá, foi feito todo o procedimento imaginário: coleta de resto de combustão, corpo de delito, tudo o que foi possível”, garantiu o magistrado.

Caso juíza Monica de Oliveira: prefeitura da cidade onde a juíza nasceu se manifesta sobre o caso
Juíza Monica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira nasceu em Barra de Santana, município localizado na Região Metropolitana de Campina Grande, na Paraíba.

Caso juíza Monica de Oliveira: peritos contestam depoimento de juiz sobre local onde caso ocorreu
Após uma diligência no prédio, que foi informado pelo juiz João Augusto como endereço do casal e local onde ela teria morrido, a Polícia Científica do Pará afirmou que o local estava errado

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA