logo jornal amazonia

​Carro usado por bandidos para matar homem no Satélite é periciado

Logo após o crime, o automóvel foi abandonado na ocupação do Carandiru, no Conjunto CDP, em Belém

O Liberal
fonte

O carro usado pelos bandidos para execução de Mauro Reis Coelho, vulgo “Mauro Pulan”, no Conjunto Satélite, foi periciado na tarde de quinta-feira (8), no pátio da Seccional da Sacramenta, em Belém. Dentro do veículo, um Volkswagen Fox, peritos da Polícia Científica do Pará (PCP) encontraram várias placas frias, ou seja, que não têm cadastro no Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Também foram coletados possíveis materiais genéticos que poderão ajudar a polícia a identificar os autores do homicídio. O crime ocorreu na manhã de quinta-feira (8), no bairro do Coqueiro.

A reportagem de O Liberal entrou em contato com a Polícia Civil do Pará. Em nota, a PC informou que o caso está sendo investigado por meio da Divisão de Homicídios. “Um inquérito foi instaurado e apurações estão sendo realizadas para esclarecer as motivações e identificar as pessoas envolvidas no crime”, afirmou a polícia.

VEJA MAIS

image Entenda o que era o 'Liga da Justiça', grupo de extermínio ao qual morto no Satélite era ligado
Além de Mauro Reis Coelho, outros 12 policiais militares e 10 civis faziam parte do grupo envolvido em 130 homicídios

image Perícia em corpo de homem assassinado no Satélite já dura 6 horas
O crime foi por volta das 7h e, até às 13h, equipes da Polícia Científica do Pará (PCP) faziam a análise do cadáver, bem como da cena do crime

image ​Homem morto no Satélite havia sido preso por envolvimento em 136 assassinatos
Mauro Reis Coelho integrava um grupo de extermínio do Pará conhecido como “Liga da Justiça”, responsável pelos homicídios nas regiões Norte e Nordeste do país

Mauro foi crivado de bala dentro do carro em que estava, modelo HB20 branco, ao lado da filha. Ela também foi atingida no abdômen e está internada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. Pelo menos quatro homens encapuzados são suspeitos do crime. Eles fugiram e abandonaram o Volkswagen Fox na ocupação do Carandiru, no Conjunto CDP, em Belém. Nada foi levado da vítima. A motivação do crime é desconhecida.

image Bando armado e encapuzado executa homem dentro de carro na manhã desta quinta (8) no Satélite
Os assassinos seriam quatro homens, três deles armados e encapuzados, que estavam em outro veículo

Integrante de grupo de extermínio

Pulan era acusado de integrar um ​​grupo de extermínio do Pará conhecido como “Liga da Justiça”, responsável por pelo menos 136 assassinatos nas regiões Norte e Nordeste do país. O criminoso chegou a ser preso, em novembro de 2012, no Maranhão. Segundo a polícia, no momento da prisão, Pulan estava com um revólver pertencente à Secretaria de Segurança Pública do Rio Janeiro e uma carteira falsa de policial militar do Pará.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA