CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Cabo da reserva da Polícia Militar morre após ser baleado no Tapanã

Cabo Max André da Conceição Bentes foi socorrido e levado para UPA de Icoaraci

Vito Gemaque
fonte

O cabo reformado da Polícia Militar (PM), identificado como Max André da Conceição Bentes, morreu na tarde deste domingo (23/06) após ser baleado durante um atentado no bairro do Tapanã, em Belém. Conforme as informações preliminares da PM, o crime ocorreu na travessa Haroldo Veloso com rua Almirante Tamandaré. O militar da reserva chegou a ser socorrido, mas faleceu após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA)  de Icoaraci.

De acordo com testemunhas, o baleamento ocorreu por volta das 16h. A PM comunicou que um homem chegou em uma moto e atirou cerca de seis vezes contra o policial, mais conhecido como cabo André. O suspeito fugiu em seguida. Cabo André foi socorrido e levado para a UPA logo após ser baleado. Câmeras de segurança próximas ao local onde tudo ocorreu registraram o momento da fuga do suspeito, em uma motocicleta Honda Bros de cor branca. Ele usava  camisa preta, calça jeans e estava de capacete, o que impedia a identificação.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informou que o paciente deu entrada com cerca de quatro ferimentos, causados por arma de fogo, um deles na região torácica. O paciente entrou em parada cardiorrespiratória, sendo realizadas intubação e massagem cardíaca, sem sucesso. Ele havia sido regulado e aceito para transferência ao HPSM 14, porém, por conta da piora do seu quadro clínico, não foi possível realizar a transferência e, infelizmente, o paciente faleceu. A Sesma lamenta o ocorrido e se solidariza com parentes e amigos de Max André.

O policial Max André já serviu no 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM), que atende os bairros do Coqueiro e Tapanã. A Polícia Militar faz diligências na área para identificar e encontrar o suspeito.

SUBTENENTE

Este é o segundo atentado contra policiais reformados na Região Metropolitana de Belém (RMB) em apenas uma semana. No sábado da semana passada (15/06), O subtenente da reserva da Polícia Militar do Pará (PMPA), identificado pelo prenome César, foi morto a tiros em um supermercado, localizado na avenida Hélio Gueiros, bairro do 40 Horas, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB).

Veja mais:

image Homem é baleado nas costas e no pescoço em Santarém; polícia prende suspeito
Além da captura do suspeito, a polícia apreendeu uma motocicleta e um revólver, que teriam sido utilizados no atentado

image Motorista morre após perder controle de caminhonete e capotar veículo em Marabá
O veículo desceu uma ribanceira, capotou e parou dentro de uma grota de rodas para o ar

image Influencer Mateus 'Doido' morre baleado durante operação policial
Mateus foi atingido em meio a um intenso tiroteio que ocorreu na região onde morava.

O subtenente, que também estava na reserva, foi baleado por uma arma de fogo dentro do estabelecimento comercial. A vítima atuou durante vários anos no 6º Batalhão de Polícia Militar (6°BPM) e estava trabalhando como segurança no supermercado para complementar a renda, local onde foi alvejado com tiros na cabeça.

No dia seguinte ao assassinato, as polícias Civil e Militar prenderam dois suspeitos do homicídio do subtenente César. Um dos criminosos foi encontrado em um condomínio localizado na rodovia Mário Covas. Ele já tem antecedentes criminais, pelo crime de roubo. Os presos foram apresentados na Delegacia de Homicídios de Agentes Públicos (DHAP) e encaminhados ao sistema penitenciário. A Polícia Civil continua com investigação para identificar a motivação e se há outros envolvidos no assassinato.

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA