Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Barco Bom Jesus desaparece após sair de Santarém com destino a Ilha do Marajó

De acordo com os familiares, a embarcação saiu de Santarém no dia 24 de março com destino a Chaves. A principal pergunta feita pela polícia é se o Barco Bom Jesus sumiu. Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso.

Ândria Almeida

Uma embarcação com seis tripulantes desapareceu sem deixar rastro na Ilha do Marajó. O Barco Bom Jesus saiu do município de Santarém no último dia 24 de março com destino ao município de Chaves, localizado na região do Marajó, para entrega de uma carga e desapareceu com toda sua tripulação. Entre os desaparecidos está o policial da reserva militar Valdeney Dolzanes Reis, ele fazia a escolta da carga. O caso foi registrado nesta segunda-feira (11), na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil do município de Santarém.

VEJA MAIS

Padre de Rio Maria desaparece após embarcação virar em represa de Floresta do Araguaia
A Diocese de Santíssima Conceição do Araguaia divulgou comunicado sobre o acidente e pede orações para o religioso ser encontrado com vida

Embarcação com excesso de peso afunda em Icoaraci; veja
Embarcação estava carregada com muitas sacas de cimento, além de canos e colchões

Onda gigante quebra janela e inunda balsa na Alemanha; vídeo
Um passageiro, sentado na frente da embarcação, sofreu ferimentos leves

A polícia informou que a embarcação foi fretada com o objetivo de transportar uma carga, ainda não informada e que a viagem deveria ter duração de 10 dias, mas ao final do prazo os tripulantes não retornaram para casa e nem entraram em contato. 

De acordo com o diretor da 16ª Seccional de Polícia, delegado Germano do Vale, os familiares perderam contato com a tripulação no dia 27 de março.“Foram feitos dois boletins de ocorrência no dia de ontem. O último contato que a tripulação fez foi no dia 27. Na ocasião, eles informaram aos familiares que estavam na cidade de Chaves. Desde então, os familiares não tiveram mais notícias”, relatou.

Ainda de acordo com o delegado Germano do Vale, foi solicitado o apoio do Núcleos de Apoio à Investigação (NAI) para ajudar no caso. “Estamos com apoio do serviço de inteligência para determinar  e verificar com as operadoras para saber de onde foram feitos os últimos contatos”, disse.

Os tripulantes desaparecidos foram identificados como: Antônio Oliveira, maquinista mecânico; Leilane Carla Ferreira, cozinheira; Cristiano de Azevedo, marinheiro; Joelson da Silva, responsável pela carga; Valdeney Dolzanes, policial militar da reserva que fazia a escolta da carga e "Negão", maquinista.

O inquérito policial está sendo presidido pelo delegado Eduardo Simão.

Posicionamento da Marinha

Em nota, a Marinha do Brasil (MB) informou que tomou conhecido do caso nesta terça-feira (12) e que já acionou o Plano de Buscas e Salvamento no local onde foi feito o último contado com os tripulantes.

A Marinha do Brasil (MB) recebeu informação, hoje, sobre o desaparecimento da embarcação B/M “BOM JESUS”, de transporte de cargas e passageiros, que teria saído da cidade de Santarém (PA), no dia 24 de março, com destino ao município de Chaves (PA), com cinco tripulantes a bordo. O fato foi denunciado por familiares e teria ocorrido próximo à cidade de destino.

A MB acionou o Plano de Busca e Salvamento e encaminhou para o local do desaparecimento um navio da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) para realizar buscas. A CPAP irá instaurar um inquérito administrativo para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA