logo jornal amazonia

Acidente no Telégrafo: família aponta que homem de 52 anos foi atropelado por soldado do Exército

Anteriormente, a Polícia Científica do Pará (PCP) informou que o garupa da moto teria morrido, o qual supostamente seria José Roberto Nuns dos Santos

Saul Anjos

Familiares de José Roberto Nunes dos Santos, de 52 anos, que morreu num acidente de trânsito no último sábado (24) no bairro do Telégrafo, em Belém, alegam que ele teria sido atropelado por Luis Diogo da Silva Rodrigues, que sobreviveu à colisão e é soldado do Exército. A prima da esposa de José conversou com a redação integrada de O Liberal na tarde de quarta-feira (28) e deu mais detalhes sobre o caso que aconteceu na Passagem das Flores com a Avenida Pedro Álvares Cabral. Ainda no sábado (24), os parentes registraram o caso na Seccional da Sacramenta alegando que Roberto foi atingido por uma motocicleta Honda, de cor vermelha. 

VEJA MAIS

Acidente de moto deixa uma pessoa morta no bairro do Telégrafo, em Belém
Luis Diogo da Silva Rodrigues sofreu alguns ferimentos, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Metropolitano

Mc Poze tem o carro destruído em grave acidente
O cantor emitiu nota para tranquilizar os fãs e disse que apesar dos prejuízos está bem

Vítimas do trânsito dobram no Hospital Regional de Marabá
Números crescentes de acidentes envolvendo veículos motorizados preocupam

Anteriormente, a Polícia Científica do Pará (PCP) informou que as equipe foram acionadas às 6h59 sobre o caso de “uma motocicleta ao desviar de um buraco sofreu uma colisão, onde o carona não resistiu e foi a óbito no local”. O garupa, o qual a PCP se refere, supostamente seria Roberto. A família então decidiu se comunicar, por meio de uma nota de esclarecimento, revelando que a vítima teria sido “atropelada” por Luis Diogo. 

Roberto estaria caminhando quando aconteceu o acidente

Diene Santos é prima da companheira de José Roberto e contou que ele estaria caminhando quando o acidente foi registrado. “Ele era o pedestre. Saiu de casa para caminhar, como fazia todas as manhãs e foi atropelado pelo Diogo, que vinha em alta velocidade. Ele morava próximo (de onde a colisão aconteceu) e trocou o trajeto algumas semanas antes do ocorrido. Ele ia para a Praça Brasil. Antes ele caminhava na praça do Jaú, onde já era conhecido pelos frequentadores. Os vizinhos viram o Roberto sair, e deram bom dia. Disseram que ele estava sozinho, caminhando, rumo à Pedro Álvares Cabral”, disse a mulher. 

Acidente fatal em Anapu: motociclista morre após colidir com carro próximo à Transamazônica
Caso ocorreu na tarde de domingo (25), na Avenida Getúlio Vargas

Trânsito: fã fica emocionado ao colidir com a traseira do carro do cantor Xanddy
O cantor comentou que precisou descer do seu veículo para observar o que aconteceu. No entanto, ele não contava que um fã tivesse feito o estrago. Ao ver o que tinha rolado, o admirador gritou: "que honra!"

Casal de irmãos morre em grave acidente de moto na BR-010, no interior do Pará
Eles estariam voltando de uma festa quando o veículo teria apresentado problemas; uma terceira pessoa teve ferimentos leves

Segundo ela, Roberto era dono de uma loja de autopeças, chamada de “Beto Car”. A vítima tinha quatro filhos. Diene e o restante da família querem justiça. “Não estamos desejando o mal a esse rapaz (Luis), só queremos justiça. O Roberto era um homem de bom coração, trabalhador e alegre. A família está sofrendo muito, principalmente a esposa e os filhos”, alegou. 

Diane ainda falou que solicitou na terça-feira (27) um pedido para o Centro Integrado de Operações (Ciop) de que imagens de câmeras de vigilância perto do local do acidente fossem disponibilizadas.

A redação integrada de O Liberal solicitou um posicionamento da Polícia Civil (PC) sobre o caso e aguarda retorno. 

Luis sofreu sofreu alguns ferimentos, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE). A reportagem tenta contato com HMUE para saber o estado de saúde do soldado do Exército

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA