Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Varíola dos macacos: Castanhal e Goianésia do Pará têm os primeiros casos suspeitos da doença

Número de casos suspeitos também cresce em Ananindeua e Marituba

Camila Guimarães

Nesta quarta-feira, 31, os municípios de Castanhal e Goianésia do Pará registram os primeiros casos suspeitos de monkeypox, doença conhecida como varíola dos macacos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

Tanto em Castanhal (1), quanto em Goianésia (1), foi registrado um caso suspeito. A lista de pacientes em observação para diagnóstico, entretanto, é maior em outros municípios do estado. No caso de Ananindeua e Marituba, novos pacientes com sintomas suspeitos foram registrados hoje: Ananindeua passou de 5 para 6 pacientes suspeitos e Marituba de 4 para 5 pacientes nesta situação.

A Sespa reforça que os quadros com sintomas sugestivos de monkeypox seguem sendo acompanhados pelas respectivas secretarias municipais de saúde.

Quanto aos casos confirmados da doença, o cenário permanece o mesmo desde o último balanço, feito ontem, 30: “A Secretaria de Saúde (SESPA) informa que há 13 casos confirmados de Monkeypox no Pará, residentes do município de Belém (08), Ananindeua (02) e Santarém (03)”.

VEJA MAIS

Varíola dos Macacos: Benevides tem o segundo caso suspeito da doença
Pará tem 13 casos confirmados da doença

Varíola dos macacos: morre segunda pessoa infectada por Monkeypox no Brasil
A vítima é do Rio de Janeiro. O Estado notificou que o paciente, de 33 anos, estava internado no Hospital Ferreira Machado na cidade de Campos dos Goytacazes

Varíola dos macacos: Belém tem três casos de transmissão local da doença, confirma Sesma
Esses pacientes não viajaram para fora do Estado. Até agora, oito casos da doença foram confirmados na capital

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ