Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Praia de Barcarena: decisão judicial obriga agendamento para circulação de veículos de turismo

A medida foi definida em uma decisão interlocutória da 1ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Barcarena

O Liberal

Os veículos de turismo deverão realizar um agendamento prévio para poder circular nos limites territoriais das praias de Barcarena. A medida foi definida em uma decisão interlocutória da 1ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Barcarena, na tarde desta quarta-feira  (6), em que a Justiça julgou procedentes os Embargos de Declaração da prefeitura municipal quanto ao agendamento.

VEJA MAIS

Barcarena: Justiça suspende autorização prévia, mas mantém taxa para estacionamento de veículos
Ação foi ajuizada pela Defensoria Pública do Estado contra a cobrança de taxas para entrada de ônibus nas praias do município

Barcarena: criação de taxa para entrada de ônibus em praias divide opiniões
A lei, de autoria do próprio Executivo Municipal, foi aprovada pelos vereadores e já foi publicada no Diário Oficial do Município

'Esses ônibus de turismo vêm na farofa', diz vereadora sobre turistas em praia de Barcarena
Declaração da vereadora Sinara Vilaça durante sessão que aprovou projeto de autoria do prefeito Renato Ogawa causou polêmica

“Cabe ao Poder Público Municipal, nos limites de sua competência, zelar pela segurança social de sua população local, especialmente no período do Verão Amazônico, em que se denota vultuoso aumento de circulação de pessoas em todo litoral paraense”, esclareceu a decisão, acrescentando que a lei é instrumento apto a garantir a segurança e bem-estar social da população local e dos frequentadores das praias deste município.

A decisão é contrária a uma determinação do juiz Álvaro da Silva Sousa que, horas antes, proibiu a exigência de autorização prévia dos veículos de turismo na cidade, sob multa diária de R$10 mil por dia. A determinação mantinha – conforme previsto na lei municipal 2289/2022 – a cobrança de taxa para uso de estacionamentos definidos pela Prefeitura. Agora, entretanto, a exigência de agendamento prévio para ônibus, micro-ônibus e vans de turismo com destino às praias do município foi julgada procedente.

Barcarena: Como chegar e o que fazer nas belezas naturais do Caripi; vídeo
A praia tem água salobra, quase doce, formada pelas águas da Baía do Marajó e com aproximadamente 6 quilômetros de extensão

Entenda o caso

No dia 24 de junho foi sancionada a Lei Municipal que definiu a obrigatoriedade do pagamento para acesso, circulação e permanência de veículos de turismo nos limites territoriais das praias do município. Assim, os turistas devem pedir uma autorização com até 15 dias de antecedência à chegada na cidade. Dessa forma, responsáveis por ônibus ou vans deveriam pagar previamente taxas que variam entre R$ 100 e R$ 2 mil, dependendo do tipo do automóvel, tempo de permanência e se os passageiros ficarão ou não hospedados no município.

A Secult informou que, até a última semana de junho, foram agendados cerca de 300 ônibus de turismo para as praias do município neste mês de julho, tendo o Caripi como o destino mais procurado.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ