Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Conheça os lugares amigos dos pets em Castanhal

Quem é dono de gato ou de cachorro sabe muito bem como é difícil querer levar o pet junto e nem sempre poder

Patrícia Baía

Você se prepara para sair, combina com uma amiga ou amigo, escolhe o lugar e bem na hora que está prestes a pegar as chaves para cruzar a porta tem aquele ser olhando de uma forma que dá até pena. É seu pet que não foi convidado para dar a voltinha. 

Quem é dono de gato e principalmente de cachorro sabe muito bem como é difícil querer levar o pet junto e nem sempre poder. Isso acontece porque a maioria dos locais, no estado do Pará, ainda não aceita animas de estimação. 

A psicóloga Ana Teresa Santos sabe muito bem como é isso. A jovem de 23 anos é mãe de pet, como se auto denominam os tutores, e sempre tem vontade de levar a cadela Chiara para todos os lugares. “Ela vai comigo na cestinha da bicicleta para a casa dos meus amigos, para feira, em algumas farmácias, mas quando se trata de supermercado e alguns restaurantes e lojas ela não pode entrar. Então ela fica limitada aos parques e shopping. Se eu pudesse até pro trabalho eu a levaria”, contou.

Quem é dono de gato e principalmente de cachorro sabe muito bem como é difícil querer levar o pet junto e nem sempre poder (Gabriel Lourenço/ Especial para O Liberal)

Aos poucos esse cenário começa a mudar, graças a uma visão empreendedora de alguns empresários e que também são loucos por pet. Em Castanhal, no nordeste do estado, já existem alguns restaurantes que permitem e até reservam um lugar especial para o cliente que leva o “filho de quatro patas “. Esses locais são os Pet Friendly (amigos dos animais ).

VEJA MAIS

Conheça o Instituto de Medicina Veterinária da UFPA de Castanhal
Unidade possui hospital com prática e atendimento à população e é referência na área de saúde animal na Amazônia

A Cidade Modelo e o trem da história da ocupação nordestina do município castanhalense
Segundo o escritor Hugo Luiz de Souza, os imigrantes nordestinos foram os verdadeiros desbravadores das terras por onde passava a ferrovia Belém -Bragança

Hospedagem de animais é solução para quem tem pets e pretende viajar
Espaços onde os animais são mantidos soltos com atrativos e muita diversão garantem o bem-estar dos companheiros de quatro patas

Chihuahua: características, cuidados e curiosidades do cachorro
Um dos menores cães do mundo, o Chihuahua é conhecido por ser corajoso, atrevido e brincalhão. Muito fiel, ele mantém um vínculo forte e duradouro com seus tutores. Entenda mais sobre essa raça

O que fazer em caso de morte de cachorro? Destino indicado é a cremação; descarte em lixeira é crime
Empresa no Pará oferece serviço de cremação de pets; destino irregular dos animais pode levar a reclusão de 1 a 4 anos e multa que pode chegar a 13 mil reais

Quem atropela cachorro tem que pagar? Veja para quem ligar e de quem é a responsabilidade nesse caso
Não existe lei específica para punição de condutores que atropelam animais, no Brasil; Em alguns casos, condutor pode até mesmo ser ressarcido por eventuais danos causados pelo acidente com o pet

Mas o segmento que vem se destacando no atendimento diferenciado é o de cafeteria. Yasmine Macedo, é engenheira agrônoma, mas desde 2020 abriu uma franquia de uma chocolateria no município e há cinco meses passou a permitir a entrada dos clientes pets. Eu não faço restrição de tamanho ou raça. O importante é que o cliente e o pet se sintam à vontade em nosso espaço”, explicou a proprietária da Chocolateira Brasileira. 

Yasmim e uma das pioneiras no atendimento aos clientes com pet e conta que o amor que tem aos pets fez com que ela entendesse que eles também precisam de laser. “Geralmente os cachorros ficam limitados a praças e eles precisam sair com os donos. E tem todo um preconceito. Por isso eu resolvi mudar e mesmo sendo uma franquia eu avisei que iria passar a receber também os animais. Eles não se opuseram. Também não tive problema com a vigilância sanitária e até agora nenhum cliente que não tem pet reclamou”, explicou Yasmine 

Clientes exigentes 

E eles são clientes e bem exigentes. Recebem água fresquinha e petiscos especiais para não ficar com vontade de comer o que os humanos estão consumindo.  

A advogada Mayara Romão passou a frequentar a cafeteria há seis meses e percebeu que ele ficou mais animado ainda para sair. “Antes a gente só ia em praça ou casa de amigos com ele, mas agora ele já está frequentando aqui e fazendo amizades com outros cachorros que também para cá”, contou a mãe do Sushi. 

A empresária Renata de Lima também prefere frequentar os lugares que aceitam seus pets. “A gente sente que eles ficam felizes em estar do nosso lado. Eles querem ir para onde a gente vai. Por isso eu dou preferência para lugares que são Pet Friendly”, disse.

Na verdade já iniciamos a operação como Pet Friendly, até por sabemos que nossos pets são parte das nossas famílias, com certeza quem possui um pet sabe do que estou falando. Pessoas saem pra passear com seus pets e com certeza saber que existem locais que aceitam seus bichinhos é maravilhoso, gostaríamos de proporcionar ainda um espaço maior porém nosso espaço físico é bastante reduzido

Pelo contrário, nunca tivemos nenhuma reclamação de clientes, inclusive vários estão com crianças que acabam brincando com os pets dos outros clientes, temos alguns pets bem famosos por lá.

Nossa operação ainda não tem 1 ano funcionando, porém já iniciamos autorizando que os pets pudessem adentrar em nosso estabelecimento sem problema algum. 

Brasil é o terceiro país no mundo a consumir produtos voltado para pet

De acordo com um levantamento realizado pelo Serviço de proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) os animais de estimação são motivo de amor, alegria, companheirismo e amizade para os brasileiros.

 E pensando em tantas coisas boas que os pets representam, diferentes empresas denominadas pet friendly têm unido o útil ao agradável, ao permiter que os animais também façam parte de um público consumidor, junta ou separadamente de seus donos.

O conceito pet friendly , relacionado a estabelecimentos comercias voltados ou adeptos aos animais de estimação, ainda é novo no Brasil. Porém, vem se desenvolvendo cada vez mais com produtos e serviços especiais, além de gerar lucro para os empreendedores.

Um levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostrou que no ano de 2021, o setor pet brasileiro cresceu 4,9%, com faturamento de R$ 18,9 bilhões.
Com a expansão de mercado, o Brasil aparece na terceira colocação do ranking mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos e para o Reino Unido. 

Devido a todas essas projeções positivas, estabelecimentos amigáveis aos animais têm se expandido no território nacional, já podendo ser encontrados em diferentes localizações

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ