CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Israel enfrenta críticas da comunidade internacional após ataques em Rafah

Ataques mataram pelo menos 45 Palestinos

Agência Estado
fonte

Israel enfrentou nova rodada de condenações de parte da comunidade internacional, nesta segunda-feira, 27.05, pelos ataques na cidade de Rafah, no sul de Gaza, que autoridades de saúde locais disseram ter matado pelo menos 45 palestinos.

A França, um aliado europeu próximo de Israel, disse estar "indignada" com a violência. "Essas operações devem parar. Não existem áreas seguras em Rafah para civis palestinos. Apelo ao pleno respeito pelo direito internacional e a um cessar-fogo imediato", publicou o presidente Emmanuel Macron no X.

O ministro da Defesa italiano, Guido Crosetto, afirmou que bombardeios como o de Rafah terão repercussões duradouras para Israel. "Com esta escolha, Israel está espalhando o ódio, a enraizar o ódio que envolverá os seus filhos e netos. Eu teria preferido outra decisão" disse ele ao SKY TG24.

VEJA MAIS

image Chefe da diplomacia da UE diz estar 'horrorizado' com ataques israelenses em Rafah
Os ataques de Israel a um campo de deslocados em Rafah, em Gaza, que provocaram a morte de 45 pessoas.

image Israel ignora decisão de tribunal da ONU e segue atacando Gaza
Forças israelenses mataram mais de 30 pessoas em novos ataques na Faixa de Gaza.

image Israel anuncia investigação sobre ataque em Rafah que provocou vítimas civis
O bombardeio deixou 45 mortos.

O Catar, um mediador entre Israel e o Hamas nas tentativas de garantir um cessar-fogo e a libertação de reféns detidos pelo Hamas, disse que os ataques poderiam "complicar" as negociações

Os vizinhos Egito e Jordânia, que fecharam acordos de paz com Israel há décadas, também condenaram os ataques de Rafah. O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Egito descreveu o ataque a Tel al-Sultan como uma "nova e flagrante violação das regras do direito internacional humanitário". O Ministério das Relações Exteriores da Jordânia chamou a ofensiva de "crime de guerra".

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO