Elon Musk lança enquete sobre 'anistia geral' para contas suspensas do Twitter

Votação encerra às 14h46 desta terça-feira

O Liberal

O bilionário Elon Musk, presidente-executivo do Twitter, lançou uma enquete sobre a possibilidade da rede social oferecer uma “anistia geral para contas suspensas”, desde que não tenham infringido a lei ou lançado spams ruins de maneira flagrante. A iniciativa ocorre dias após a plataforma reativar o perfil do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. As informações são do G1 Mundo.

Aberta nesta quarta-feira (23), a votação segue até as 14h46 desta terça-feira (24), no horário de Brasília.

VEJA MAIS

Brasileiro tatua ‘Elon Musk’ no rosto para tentar ir a Marte e chama atenção na web; veja
Um mineiro, de 43 anos, viralizou nas redes sociais após a atitude inusitada

Donald Trump rejeita convite de Elon Musk para retornar ao Twitter
A reativação da conta do ex-presidente dos Estados Unidos aconteceu dias após o anúncio de que voltaria a disputar as eleições norte-americanas

Twitter vai acabar? Economista Gil do Vigor pede reunião com Elon Musk para salvar rede social
As informações foram compartilhadas na própria rede social do artista. O objetivo de Gil do Vigor, que faz PhD nos Estados Unidos, é socorrer a plataforma onde acumula mais de 3 milhões de seguidores

Musk já havia realizado enquete sobre a reativação da conta de Trump e anunciou que 51,8% dos usuários responderam que concordavam com o retorno do ex-presidente à plataforma. "O povo falou. Trump vai ser reintegrado", postou.

Donaldo Trump foi reintegrado ao Twitter no dia 19 deste mês, mas disse não ter interesse em voltar a publicar na rede social. Ele afirmou que continuaria com sua nova plataforma Truth Social, o aplicativo desenvolvido por sua startup Trump Media & Technology Group.

O ex-presidente havia sido banido do Twitter em janeiro de 2021, quando a plataforma não pertencia a Musk, após incitar seus apoiadores a invadir o Capitólio, sede do Congresso americano. O ataque terminou com 5 mortos. Facebook e YouTube também baniram Trump.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO