Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Dia do Orgulho LGBTQIA+: dicas de filmes, documentários e séries para assistir nesta data

Plataformas de streaming contam com diversas produções que abordam a temática. Uma ótima opção para celebrar este dia tão importante para a comunidade lgbt+

Juliana Maia

Nesta terça-feira (28), é celebrado mundialmente o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, uma data dedicada às conquistas da comunidade por seus direitos, além de ser uma forma de celebrar sua existência. Nas plataformas de streaming Netflix, Star+ e Globoplay há diversas opções de filmes, documentários e séries mostrando a vivência destes grupos e a importância de celebrar este dia.

VEJA MAIS

Arraial da CDS traz ações sociais e atrações culturais voltadas ao público LGBTQIA+ nesta terça (28)
Em alusão ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, Prefeitura de Belém disponibilizou ampla programação no Mercado Municipal de Carne Francisco Bolonha

No Dia do Orgulho LGBTQIA+, confira a entrevista com a paraense Naiane Rios, jogadora de vôlei
Mundo celebra a data nesta terça-feira (27); Naiane faz reflexões sobre o tema dentro do contexto do esporte

Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+: data celebra a diversidade e reforça a luta contra a violência
Dados da Segup apontam queda de 6,1% no número de ocorrências em todo Estado

O Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ foi criado a partir manifestação conhecida como “Revolta de Stonewall” ocorrida no dia 28 de junho de 1969. Neste dia, membros da comunidade LGBTQIA+ frequentavam o bar Stonewall Inn, em Nova York, nos Estados Unidos e revoltaram-se com a violenta invasão da polícia ao local e decidiram reagir com uma série de protestos. Este ato foi visto como uma forma de luta e pedido de respeito pelo direito de existência deste grupo e originou a data comemorada mundialmente no dia 28, além da criação do Mês do Orgulho LGBTQIA+, também comemorado em Junho.

Confira a lista dos filmes com a temática LGBTQIA+

Pose 

A série de 2018 criada por Ryan Murphy retrata a realidade de jovens LGBTQIA+ que moram em Nova York, no final da década de 1980. Essa época foi marcada pelo aumento da cultura dos bailes de luxos, criados por esta comunidade como uma forma de se reunir e poder ser quem é, longe dos preconceitos enfrentados na cidade. Uma das personagens principais é Blanca Evangelista, interpretada pela atriz MJ Rodriguez, que abriga pessoas LGBTQIA+ que foram expulsos de suas casas e começa a formar uma família com estes jovens. A série está disponível no Star+.

Heartstopper 

A série lançada este ano conta com oito episódios e traz a vivência de dois adolescentes Charlie, interpretado por Joe Locke, e Nick Nelson, interpretado pelo ator Kit Connor. Ambos são amigos e estudam na mesma escola. Entre muitas aventuras, os jovens descobrem que o sentimento que possuem um pelo outro vai além da amizade e tentam lidar com as dificuldades encontradas pelo caminho. Heartstopper está disponível no catálogo de séries da Netflix.

Flores Raras 

O filme está disponível no Globoplay e é dirigido por Bruno Barreto, com duração de 1h58 minutos. O drama se passa entre as décadas de 1950 e 1960, com a poetisa americana Elizabeth Bishop, interpretada por Miranda Otto e a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares, vivida pela atriz brasileira Glória Pires. As duas iniciam uma trágica e intensa história de amor durante o surgimento da Bossa Nova e a construção da inauguração da capital Brasília

Retrato de uma jovem em chamas 

O premiado filme francês mostra a dificuldade de um relacionamento entre duas mulheres que se apaixonam durante o século XVIII. A trama mostra a história da jovem Marianne, pintora francesa que recebe a tarefa de pintar um retrato de Héloise, como um presente surpresa para seu casamento com o marido escolhido pela família. Durante o período em que trabalha no retrato, Marianne começa a observar Héloise e se vê cada vez mais próxima e interessada na sua modelo. O longa está disponível no Globoplay.

Stone Wall: Onde o Orgulho Começou

Dirigido por Roland Emmerich e lançado em 2015, o filme tem duração de 2h04 e aborda a origem do Dia do Orgulho, no ano de 1960, no bar Stonewall In e mostra a realidade do jovem Danny, que é expulso de casa após o pai descobrir sua sexualidade e decide ir para Nova York. O filme está disponível na plataforma de streaming Globoplay.

Tatuagem

O filme brasileiro, disponível na Netflix, é dirigido por Hilton Lacerda e retrata a história de amor entre Clécio Wanderley (Irandhir Santos), líder da trupe teatral Chão de Estrelas e o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Durante sua visita ao espetáculo, Fininha se vê encantado com aquele universo além de ficar interessado em Clécio. O rapaz começa a tentar lidar com o sentimento pelo ator, enquanto sofre com a repressão existente no meio militar durante o período da ditadura.

Transversais

Com direção do alagoano Émerson Maranhão, este comovente documentário de 2022 está no catálogo da Netflix e tem duração de 1h24 minutos. Retrata o cotidiano de  pessoas trans de diferentes origens e classes sociais, onde os personagens compartilham suas histórias e o histórico desde a descoberta até a autoaceitação.

Ratched

A série do premiado diretor Ryan Murphy está disponível na Netflix e se passa em 1947. Retrata a história da perversa Mildred Ratched (Sarah Paulson), uma jovem enfermeira que iniciava sua carreira profissional no sistema de saúde mental. Durante os 8 episódios, o seriado mostra as crueldades feitas por Ratched com seus pacientes e, em meio aos acontecimentos no hospital psiquiátrico em que trabalha, a moça se vê apaixonada por Gwendolyn Briggs (Cynthia Nixon).

(Estagiária Juliana Maia, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO