Remo: há 47 anos, Mesquita, Alcino e cia derrotavam o Flamengo de Junior e Zico em pleno Maracanã

Diante de 30 mil pessoas, poucas de azul marinho, o Clube do Remo escreveu um dos capítulos mais ousados de sua história, ao derrotar o time de Zico, que anos depois conquistaria o mundo com o Flamengo

Luiz Guilherme Ramos
fonte

O futebol é feito de histórias. São elas que movem o presente em direção ao futuro. Hoje, há exatos 47 anos, o Clube do Remo promovia um glorioso capítulo na sua centenária trajetória, na noite em que derrotou um dos maiores esquadrões já conhecidos no futebol brasileiro em pleno estádio do Maracanã, pelo placar de 2 a 1, na presença de ninguém menos que Arthur Antunes Coimbra, o Zico. 

Whatsapp: saiba tudo sobre o Remo. Recêêêba!

Em 1975 o Clube do Remo disputava a divisão principal do Campeonato Brasileiro e iria encarar o Flamengo na segunda fase da competição, diante de um público de cerca de 30 mil pessoas. Embora estivesse frente a frente com um dos melhores times da história do Brasil, o Leão Azul contava com o suprassumo técnico da época para os padrões locais. Sob o comando do técnico Paulo Amaral, o Leão Azul tinhja em campo nomes como Mesquita e Alcino, o maior ídolo da história remista. 

Aliás, foi ele o autor do primeiro gol da partida, ainda no primeiro tempo. Alcino abriu o placar e Zico deixou tudo igual. O resultado final só foi decidido nos acréscimos, quando Mesquita conseguiu se desvencilhar da defesa para fazer o segundo e entrar para a história, como o autor do gol da vitória sobre um dos times mais lembrados do futebol nacional.

SAIBA MAIS

image Pelé x Mané: em um confronto para a história, Santos derrubou o Botafogo no Maracanã na Taça Brasil de 62
Disputada em abril de 1963, famosa decisão do torneio viu uma das grandes atuações da geração do Peixe e do Rei, diante de um Maracanã rendido e admirado


image Há dez anos, 'meninos da Vila' goleavam o Remo pela Copa do Brasil com show de Neymar
Santos goleou o Remo no Mangueirão e seguiu na competição


image Há 57 anos, Pelé vestia a camisa do Remo no Baenão em um amistoso contra o Santos
O Rei do futebol, Pelé, esteve em Belém para um amistoso contra o Remo em um Baenão lotado, segundo o pesquisador Orlando Ruffeil


 

Nas arquibancadas do Maraca, diante da imensidão rubro-negra, alguns remistas tiveram a honra de assistir uma das maiores vitórias do futebol paraense, conforme lembra o pesquisador e benemérito do clube, Orlando Ruffeil. "Eu comandei a torcida Azulina ao lado de Dulce Rosalina, chefe da torcida Organizada do Vasco da Gama, Renovascão e sogra do zagueiro e capitão Dutra", conta. 

Flamengo 1 x 2 Remo (25/10/1975)

FLAMENGO: Renato; Jaime, Rondinelli (Luiz Carlos) e Júnior; Geraldo, Liminha, Rodrigues Neto, Tadeu Ricci e Zico; Paulinho (Caio Cambalhota) e Luisinho.
Técnico Carlos Froner

REMO: Dico; Marinho, Rui, Aderson e Cuca; Elias, Mesquita e Nena; Alcino, Amaral e Caíto (Rodrigues).
Técnico: Paulo Amaral.

Árbitro: José Favilli Neto (SP)
Gols: Alcino aos 34 minutos/1º, Zico aos 43/1º, Mesquita aos 03/2º tempo.

 
Remo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES