Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Márcio Fernandes revela contato com Robinho para trazê-lo ao Paysandu: 'Seria fantástico'

O técnico do Paysandu trabalhou na base do Santos e viu de perto as duas gerações dos "Meninos da Vila"

Luiz Guilherme Ramos

Durante entrevista ao programa PodPapão, o podcast do Paysandu, o técnico Márcio Fernandes falou sobre a carreira, o atual momento do clube e outros fatos curiosos sobre a sua jornada no futebol, entre eles, o tempo em que trabalhou nas categorias de base do Santos, onde viu de perto o nascimento de estrelas como Robinho e Neymar, nas suas respectivas épocas. 

Whatsapp: saiba tudo sobre o Paysandu. Recêêêba!
 

A revelação dos tempos de Santos trouxe à tona um fato bastante inusitado. Ainda este ano, o técnico do Papão sondou pessoalmente o atacante Robinho, condenado por estupro pela justiça Italiana, por um episódio ocorrido em 2013, quando o atacante jogava pelo Milan. O contato não prosperou, porque o atleta acabou em maus lençóis, lutando para não ser extraditado ao país e viu sua carreira no futebol desandar. 

"Quis trazer o Robinho para o Paysandu. Eu falei com ele, mas ai não havia possibilidade, pois ele não podia. Ele até chegou a conversar, passando a satisfação de poder vir, mas não foi possível. Acho que seria uma contratação fantástica trazer ele. Foi muito bom trabalhar com esses meninos, pois eu pude ajudar eles em alguns momentos e aprendi muito com eles", conta o técnico. Veja o episódio completo:

VEJA MAIS

Dispensado pelo Paysandu, zagueiro tem rescisão de contrato protocolada na CBF
Após 14 partidas vestindo a camisa do Papão, zagueiro Bruno Leonardo teve seu contrato rescindido pelo clube paraense

Ex-Paysandu, volante afirma ter sido recusado por mais de 50 clubes por 'fama de gay'; áudio
Jogador contou um pouco da experiência, após um vídeo em que dança uma música de Marília Mendonça viralizar

Na briga pela liderança da Série C, Paysandu tem amplo favoritismo contra o Floresta, afirma site
Papão entra em campo neste sábado (13), às 17h, no Estádio da Curuzu

Além da primeira geração dos "Meninas da Vila", Márcio lembra que se surpreendeu quando viu um atleta ainda mais promissor que o Robinho, tido hoje como um dos melhores atacantes do mundo, nada menos que Neymar

"Eu peguei a primeira turma dos meninos da Vila, com Diego, Robinho, Elano, Alex. Depois vieram mais uma turma, pois falavam que o raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Ai vieram Neymar, Ganso, Rafael, Eder Luiz, Wesley, Alan Patrick. Teve um monte de jogadores que tivemos a felicidade de trabalhar", enumera, admitindo que a probabilidade do raio cair duas vezes no mesmo lugar nem sempre é regra. 

"O Neymar foi o que se destacou muito. Quando surgiu o Robinho, a gente achava que seria difícil surgir outro melhor, mas o Neymar conseguiu ultrapassar ele. O Robinho é um fenômeno que a gente viu, um menino sensacional que teve uns problemas que não permitem jogar", encerra. 

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES