Data marcada! Paraense Larissa Pacheco disputa final da PFL contra Kayla Harrison em novembro 

Disputa vale 1 milhão de dólares; evento ocorre no dia 25 de novembro, em New York 

Aila Beatriz Inete

Após bater na trave duas vezes, a paraense Larissa Pacheco terá mais uma chance de conquistar o tão sonhado 1 milhão de dólares da Professional Fighters League (PFL). A disputa marca a trilogia entre ela e a norte-americana Kayla Harrison, atual bicampeã. Nesta quarta-feira (28), a organização divulgou a data da final: dia 25 de novembro, em New York, nos Estados Unidos

Larissa vem embalada por cinco vitórias seguidas. Nesta temporada, a paraense venceu por nocaute no primeiro round a cazaque Zamzagul Fayzallanova e a norte-americana Genah Fabian na primeira fase. Com isso, ela avançou para a semifinal em primeiro lugar, com 12 pontos. 

Na semi, a paraense enfrentou a ucraniana Olena Kolesnyk e também venceu por nocaute no primeiro round. Nos últimos três anos, Larissa fez seis lutas e só perdeu uma. Em 2021, Pacheco não chegou à final, pois não bateu o peso e foi desclassificada na semifinal. 

VEJA MAIS 

Para chegar à final da PFL, paraense Larissa Pacheco enfrenta Olena Kolesnyk neste sábado (20)
A luta é válida pela semifinal da categoria peso-pena. O evento ocorre em Londres, na Inglaterra

MMA: Paraense Larissa Pacheco vence ucraniana, está na final do PFL e pode faturar mais de R$5 milhões
Larissa Pacheco derrotou a adversária no primeiro roud e chega pela segunda vez à final do PFL na carreira

Em busca do milhão! Paraense Larissa Pacheco luta nesta sexta-feira (6) na PFL
Primeiro confronto  será contra a Zamzagul Fayzallanova, no Texas, nos Estados Unidos

Pacheco e Harrison se enfrentaram duas vezes em 2019: uma nos playoffs e outra na final. Larissa perdeu as duas lutas. Mas este ano, a paraense dominou na primeira fase e é favorita para destronar Kayla.

Conhecida pelo alto poder de nocaute, Larissa é natural de Marituba e tem 28 anos. Experiente, a paraense já passou pelo UFC, mas não conseguiu se firmar no evento. Após a passagem pelo Ultimate, Pacheco evoluiu profissionalmente e conseguiu colocar o seu nome novamente no cenário mundial. A lutadora tem um cartel com 18 vitórias e apenas quatro vitórias. 

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes).

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES