Em preparação para tetralogia no UFC, Deiveson Figueiredo projeta disputa: ‘Cinturão fica em casa'

Paraense enfrenta o mexicano Brandon Moreno pela quarta vez, no dia 21 de janeiro, no UFC 283, no Rio de Janeiro.

Aila Beatriz Inete
fonte

O paraense Deiveson Figueiredo e o mexicano Brandon Moreno disputam o título do peso-mosca do UFC no dia 21 de janeiro, no Rio de Janeiro. A disputa é marcada pela forte rivalidade entre os dois atletas. Apesar de toda a tensão que envolve o combate, Daico disse que está animado para a luta e afirmou que vai manter o cinturão. 

“A expectativa para essa luta é sair com a vitória e proporcionar grandes felicidades para os fãs brasileiros que vão estar ao vivo ali assistindo à luta. E o cinturão fica em casa. Eu  vou está muito animado para isso e treinando muito”, projetou o paraense em conversa com o UFC Brasil. 

VEJA MAIS 

image Em podcast, paraense Deiveson Figueiredo diz que UFC ‘quer’ Brandon Moreno campeão
Os dois fazem a primeira tetralogia do Ultimate em janeiro de 2023, no UFC Rio

image Com braço erguido, Deiveson Figueiredo faz primeira encarada com Moreno para luta no UFC Rio; vídeo
Paraense enfrenta o mexicano em janeiro de 2023 no UFC 283, no Rio de Janeiro, na luta principal da noite

image Próximo do tetra no UFC, Deiveson Figueiredo fala sobre rivalidade com Moreno
Em entrevista coletiva, Daico fala sobre a expectativa para o confronto no UFC 283, previsto para janeiro de 2023

Esta será a primeira tetralogia da história do UFC. Deiveson e Moreno já trocaram farpas várias vezes fora do octógono. Uma das principais queixas do paraense são sobre os ataques racistas que sofreu por parte de integrantes da equipe e torcedores do mexicano. Além disso, o paraense decidiu investir no trash talk, que é uma espécie de falação para promover a luta. 

O paraense tem feito o seu camp todo em Belém e deve continuar aqui até a semana da luta. Apesar de ter falado em outras oportunidades que um quinto combate entre ele e Moreno, Deiveson disse que vai vencer o mexicano para encerrar essa história entre os dois.  

“Eu estou fazendo um camp muito bom para essa luta. É uma luta que está me deixando estressado, chato já, é a quarta luta com esse cara [Brandon] e certamente eu estou entrando para terminar com isso de uma vez por todas”, declarou o paraense.

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Mais Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES