Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Eleições FPF: Gluck Paul concorda com suspensão e dispara contra presidência: 'querem dinheiro da federação'

Segundo o candidato, decisão da Justiça do Pará foi acertada, já que a atual gestão da FPF realizou uma "série de delitos" na composição do pleito.

Caio Maia

O candidato à presidência da Federação Paraense de Futebol (FPF) e ex-presidente do Paysandu, Ricardo Gluck Paul, se pronunciou sobre a decisão judicial que suspendeu as eleições para escolha do novo comandante do futebol no estado. Segundo ele, a decisão da Justiça do Pará foi acertada, já que a atual gestão da FPF realizou uma "série de delitos" na composição do pleito.

VEJA MAIS:

TJPA determina suspensão da eleição de novo presidente da FPF Segundo a Justiça, outro pleito deve ser convocado em um prazo máximo de 30 dias.

Adelcio Torres desiste e eleição da FPF será disputada entre Ricardo Gluck Paul x Paulo Romano Paulo Romano inscreveu sua chapa no último sábado e ficou definida a eleição da Federação Paraense de Futebol

Inscrições de chapas para eleições na FPF têm novo capítulo e uma chapa inscrita; vídeo De acordo com a chapa "Unidos para Mudar", prazo deveria se encerrar hoje, mas ao final do expediente, FPF publica nova Ata estendendo prazo para a próxima segunda-feira. Eleições serão no dia 20

"A eleição que vivemos hoje é uma retomada do processo eleitoral antigo, de 2021. A atual gestão sabia dos vícios do primeiro pleito, mas continuou errando de forma deliberada. Uma decisão liminar foi descumprida e, por conta disso, o pleito deve ser paralisado", afirmou.

Além de concordar com a decisão do desembargador, Gluck Paul fez críticas severas à atual gestão da FPF e à presidente Graciete Maués. Segundo ele, toda a cúpula da Federação erra de propósito na composição das eleições para se manter no cargo por mais tempo.

"Na visão da Justiça, a atual presidência não está fazendo o trabalho direito e eu concordo com isso. Quem mais paga por isso são os filiados. Com esse erro de agora, a presidência ganhou mais um mês de trabalho e salário. A impressão que eu tenho é que eles erram de propósito pra continuar lá ganhando dinheiro da Federação", disse Gluck Paul.

Em relação às acusações, o Núcleo de Esportes de O Liberal tenta contato com a presidente interina da FPF, Graciete Maués, em busca de um posicionamento.

Sobre a ausência do seu nome como parte agravante do processo acolhido pela Justiça, o Ricardo disse que entrou na ação como um "terceiro interessado".

"Quem recorre neste caso são os filiados. São tantas situações jurídicas que nem sei de cabeça. Esta decisão de hoje, acho que entramos com uma ação. Apesar disso, fico extremamente revoltado com tudo isso. A FPF vive em um universo paralelo", lamentou. 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES