Após ataque em escola de Aracruz, Richarlison usa as redes sociais e declara apoio às vítimas; veja

Richarlison é nascido em Nova Venécia, no Espirito Santo e começou a sua carreira no Real Noroeste, time de Águia Branca, interior do estado

Luiz Guilherme Ramos
fonte

O centroavante Richarlison tomou conhecimento da tragédia que se abateu sobre a cidade de Aracruz, após um adolescente invadir uma escola e atentar contra a vida de professores e estudantes. O atleta da Seleção Brasileira, que é natural do Espírito Santo, usou as redes sociais para demonstrar apoio às vítimas e à comunidade. 

"Minha solidariedade e tristeza pelo que aconteceu ontem no meu estado, em Aracruz. Professoras e uma criança morta. Coisa impossível de acreditar que ainda aconteça. Muita força e carinho pras famílias e amigos", disse ele no Twitter.

Richarlison nasceu em Nova Venência e começou a carreira no Real Noroeste, equipe de Águia Branca, interior do Espírito Santo. Nos últimos dias, o nome do atleta esteve em evidência, após ele marcar os dois gols da vitória brasileira na estreia da Copa do Mundo, que deu a vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia. 

SAIBA MAIS

image Copa do Mundo 2022: ex-Remo e Paysandu, Givanildo Oliveira relembra quando lançou Richarlison
Givanildo foi o responsável pela estreia do atacante da Seleção Brasileira no futebol profissional


image Richarlison doou oxigênio para Manaus e adotou onça; confira outras causas apoiadas pelo jogador
Atacante da Seleção Brasileira é ativo na luta contra o racismo, preconceito e a favor da ciência


image Richarlison, da Seleção, já marcou contra o Paysandu na Série B em jogo que Toscano fez dois; vídeo
Destaque da Seleção Brasileira na primeira partida do Brasil na Copa do Mundo do Catar, Richarlison ja deixou sua marca diante do Paysandu, no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)


 

O ataque

Um ataque a tiros estremeceu a cidade de Aracruz, depois que um adolescente invadiu a Escola Estadual Primo Bitti, por volta das 9H30 desta sexta-feira (25). Ao todo, três pessoas foram mortas e outras 13 ficaram feridas. Entre os óbitos, duas professoras e uma aluna foram identificadas. O adolescente suspeito do crime foi detido pela polícia. 

Os mortos são Maria Penha Pereira de Melo Banhos, 48 anos. Peinha, como era conhecida, dava aula de artes há menos de um ano na escola. A professora de matemática Cybelle Passos Bezerra, de 45 anos e a aluna Selena Zagrillo, 12 anos.

 

Futebol
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES