Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Carinho enorme pelo Clube e pela torcida', diz Rony ao relembrar passado no Remo

Paraense atual jogador do Palmeiras, falou sobre trajetória no time de Periçá

Heloá Canali / O Liberal

'Foi onde tudo começou e onde eu entedi um pouco mais sobre futebol'. Foi assim que Rony, atual camisa 7 e bicampeão da Libertadores da América pelo Palmeiras (SP), relembrou sua passagem pelo Clube do Remo, time onde começou a atuar como jogador de futebol profissional.

O paraense de Magalhães Barata, cidade de cerca de 10 mil habitantes localizada na região nordeste do Estado, começou na base do Remo. Foi para o time principal em 2014 e teve o Parazão de 2015 como seu primeiro título da carreira, conquista que o jovem de 26 anos exalta em sua biografia nas redes sociais. 

VEJA MAIS

'É uma honra levar meu Estado por onde eu passo', diz Rony durante férias em Belém
Atleta do Palmeiras vai ganhar título de cidadão de Ananindeua por ser inspiração para as crianças

Crias de Remo e Paysandu, Rony e Pikachu falam sobre a importância de um CT na vida de um atleta
Jogadores foram revelados por Leão e Papão e atualmente Rony é artilheiro da Libertadores e Pikachu comanda a atilharia na Série A

"Tenho um carinho enorme pelo clube, pela torcida, e só tenho a agradecer por tudo o que o Remo me proporcionou", comentou o jogador durante entrevista a O Liberal.

Após deixar Belém, o atleta jogou na base do Cruzeiro, seguiu para o Náutico, foi vendido ao  Albirex Niigata (do Japão) e retornou ao Brasil pelas mãos do Atlético Paranaese, onde estourou de vez, vencendo uma Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. No Palmeiras desde 2020, o paraense contou com o auxílio de Vanderley Luxemburgo para conquistar uma vaga no time titular, mas foi pelas mãos do português Abel Ferreira que ele conquistou os maiores títulos (até então) de sua carreira.

Veja a entrevista completa:

"É um cara extraordinário, me deu muita moral. Um cara que eu tenho um carinho enorme. Me ajudou muito dentro do clube, passa muita confiança aos jogadores. Por ser novo como técnico e no país, precisou muito de pessoas ao redor dele e foi isso que o time deu. No Palmeiras, todos somos um e ele fez o diferencial para que ganhassemos tudo o que ganhamos."

Rony e Abel Ferreira (Conmebol)

Caso Palmeiras venda Rony, Remo pode ganhar R$1.6 milhão e Fábio Bentes brinca: 'Acho lindo'
Jogador, empresário de Rony e dirigentes do Verdão conversam sobre novo vínculo e aumento salarial, porém, proposta de um clube norte-americano pode fazer o atacante paraense deixar o Palmeiras

Após ganhar ação contra o Remo, Rony está de clube novo e diz: 'Torço pelo Remo e não escondo de ninguém'
Jogador ganhou na justiça o direito de sair do clube paraense

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES