Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Entrevista: Em quatro dias, BB liberou R$ 5 bilhões em crédito pelo Pronampe

Presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro destaca a importância do programa e de outras linhas de financiamento para dar suporte às empresas

Nas primeiras 24 horas após a reabertura da linha de crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o Banco do Brasil liberou a soma de R$ 80,6 milhões em 757 operações no Pará. Em todo o Brasil, a Instituição registrou recorde no volume de recursos para um único dia liberados, com R$ 2,5 bilhões desembolsados em 23.516 operações.

O presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, destaca a importância do Programa, reaberto no dia 25 de julho, para a economia, e explica as condições oferecidas pela Instituição. "Em apenas quatro dias, já foram desembolsados mais de R$ 5 bilhões em crédito, apoiando mais de 47 mil empresas. Isso demonstra o apoio do Banco do Brasil aos micro e pequenos empresários brasileiros, um segmento de extrema relevância para a economia nacional", declarou. Acompanhe a entrevista.

VEJA MAIS

Banco Central lança duas moedas comemorativas pelos 200 anos da Independência do Brasil
Itens são vendidos com exclusividade pela internet, com valores entre R$ 420 e R$ 34

Basa disponibiliza R$ 1 bilhão para micro e pequenas empresas pelo Pronampe; veja como acessar
Crédito pode ser solicitado a partir de segunda-feira

Pronampe libera R$ 80,6 milhões em crédito no Pará nas primeiras 24 horas; veja como acessar
No primeiro dia de operação, Banco do Brasil efetivou 757 operações no Estado dentro do programa, que é voltado às micro e pequenas empresas

Pronampe começa novas operações de crédito para micro e pequenas empresas nesta segunda-feira
Programa virou permanente e oferece empréstimos para donos de pequenos negócios. No Pará, R$ 1,2 bilhão já foram acessados.

Esta semana começou a nova fase do Programa Nacional de Apoio às Micros e Pequenas Empresas. Fale sobre o desempenho do Pronampe.

Programa extremamente importante para movimentar a economia nacional e se nós pegarmos aqui e somarmos as etapas anteriores do Pronampe, o Banco do Brasil, eu posso dizer para vocês que já apoiou mais de 210 mil empresas com R$ 20,3 bilhões de crédito já injetados na economia. E nessa edição atual do Programa, que é a quarta, em apenas quatro dias já foram desembolsados mais de R$ 5 bilhões em crédito, apoiando mais de 47 mil empresas. Isso demonstra o apoio do Banco do Brasil aos micro e pequenos empresários brasileiros, um segmento de extrema relevância para a economia nacional.

Quais as características dessa linha de crédito?

É uma linha de capital de giro de até R$ 150 mil por empresa. O público alvo, nós estamos falando aqui que a empresa tem que ter pelo menos um ano de constituição, o faturamento no ano passado de até R$ 4,8 milhões e será aplicada uma taxa Selic, mais 6% ao ano. E o melhor dessa história, 48 meses, com onze meses de carência. O empresário pode ficar tranquilo que esse ano ele não vai precisar amortizar nenhuma prestação, a primeira parcela só vem no ano que vem. E o mais interessante, tem duas grandes novidades nessa edição. O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) não será cobrado e nós incluímos também a MEI, o Microempreendedor Individual, um setor da economia extremamente importante. Enfim, o nosso empresário vai ter uma linha de capital de giro onde ele vai poder pagar suas contas do mês, pagar seus empregados e comprar mercadorias.

Além do Pronampe, como o Banco do Brasil tem contribuído com as empresas? 

O Pronampe é uma linha que demonstra a importância que o Governo Federal já atribui a esse setor, mas além do Pronampe, o Banco do Brasil dispõe de outras linhas para dar suporte às empresas brasileiras. Nós estamos falando aqui de capital de giro, de descontos de recebíveis, linhas de investimento e para você ter uma ideia desde março de 2020, quando se iniciou a pandemia, nós já injetamos R$ 221 bilhões na economia brasileira e isso representou um apoio a mais de 754 mil empresas neste período. Com isso, nós estimamos que esse apoio foi fundamental para preservar cerca de 3 milhões de empregos no Brasil, de acordo com estudos internos que nós realizamos. Por fim, para o nosso atual cliente e para aqueles que certamente se juntarão a nós, eu quero dizer que estamos com as portas abertas em mais de 5 mil agências espalhadas por esse país em todas as nossas regiões.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA