Paraíso Tropical: Mariana Ximenes como Bebel? confira como seria o elenco da novela

Outros artistas, como Cláudia Abreu e Selton Mello, foram escalados para a trama

Carolina Mota

O elenco principal de Paraíso Tropical seria completamente diferente no projeto inicial, caso a vontade de Gilberto Braga, autor da novela junto com Ricardo Linhares, fosse atendida. ArtIstas como Cláudia Abreu, Mariana Ximenes e Selton Mello foram cotados para a interpretação dos papéis principais. Na decisão, apenas Fábio Assunção foi escalado desde o início para viver Daniel, o mocinho da novela.

As informações, segundo o portal Na Telinha, constam no livro de Gilberto Braga, biografia escrita por Artur Xexéo (1951-2021) e Maurício Stycer. Gilberto, inicialmente, queria Cláudia Abreu como as irmãs gêmeas, Selton Mello como Olavo e Mariana Ximenes como Bebel.

VEJA MAIS

image Casal de Paraíso Tropical engatou romance na vida real; saiba quem é
No final da trama, o casal chegou a subir ao altar, mas teve o romance interrompido. Na vida real, o casal segue junto até hoje

image Paraíso Tropical: Globo tem motivos para comemorar com a reprise no Vale a Pena Ver de Novo
Reprise de Vale a Pena Ver de Novo é um sucesso e Globo tem motivos para comemorar

A escalação original de Paula e Taís apenas não ocorreu porque Claúdia ficou grávida. Em seguida, Letícia Sabatella foi convidada para viver a personagem, mas a artista já estava em outro projeto da emissora. Alessandra, então, foi a escolhida. "Não é que Gilberto tenha escrito as personagens de Paula e Taís especialmente para Cláudia. Na verdade, Gilberto criou Paraíso Tropical para a atriz. Escrever uma novela protagonizada por gêmeas não era um sonho de autor. No seu entorno, inclusive, todo mundo achava o recurso meio batido", cita o trecho em questão.

O vilão Olavo seria de Selton Mello, que na época não queria fazer novelas e estava mais dedicado ao cinema. Wagner Moura foi então a opção do diretor Dennis Carvalho. A princípio, Gilberto achou que o ator era “franzino” para o papel, mas acabou vencido pelo carisma do artista.

Já Bebel seria interpretada por Mariana Ximenes, mas a atriz vinha de três novelas seguidas e queria um tempo para descansar. Sabendo do papel, Camila Pitanga ligou para o autor pedindo a personagem, mas Gilberto disse, inicialmente, que a via como uma princesa. "Se eu pedir para Deborah Secco ir nua em cima de um carro até o Projac, eu sei que ela fará. Você, eu acho que vai ter pudor".

Horas depois, Dennis Carvalho ligou para Camila e informou que ela havia ficado com o papel. Na pele da atriz, Bebel se tornou o maior sucesso da novela. Curiosamente, Deborah Secco fez uma participação especial em meados da história como Betina, uma amiga de Bebel.

Carolina Mota, estagiária sob supervisão de Heloá Canali, coordenadora de Oliberal.com

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Novela
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA