Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Jô Soares se casou três vezes e namorou a atriz Claudia Raia; veja

O apresentador era bastante discreto com a sua vida pessoal

Painah Silva

Na madrugada desta sexta-feira, 5, o apresentador e humorista Jô Soares morreu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 28 de julho. A informação sobre o falecimento foi confirmada por sua ex-mulher Flávia Pedras nas redes sociais. Sempre discreto com sua vida pessoal, principalmente amorosa, ele não teve muitos relacionamentos públicos, mas casou três vezes. Saiba mais sobre a intimidade de Jô.

VEJA MAIS

Jô Soares morre aos 84 anos, em São Paulo
O apresentador estava internado desde a semana passada; causa da morte não foi divulgada

Jô Soares morreu: confira curiosidades sobre a vida do apresentador
O ator e humorista morreu nesta sexta-feira (05), aos 84 anos

'Beijo do gordo': Relembre bordões e frases de personagens do Jô Soares; apresentador morreu hoje
O apresentador e humorista era conhecido por bordões marcantes ditos para seus convidados durante as entrevistas e pelos personagens do programa "Viva o Gordo", exibido na década de 80

O primeiro casamento do apresentador foi com a atriz Therezinha Millet Austregésilo entre 1959 e 1979, com quem teve um filho, Rafael Soares, que faleceu em 2014, aos 50 anos. Em 1980 e 1983 ele se casou novamente, e desta vez, com a atriz Sílvia Bandeira, 12 anos mais jovem que o apresentador.

Depois desse relacionamento, ele namorou Claudia Raia por dois anos, provavelmente seu relacionamento mais "badalado".

"Foi meu namorado, um dos grandes amores da minha vida e pessoa que eu respeito e amo profundamente", contou a atriz em entrevista recente.

"Eu não pensava em me apaixonar por ele, até porque eu era namorada de Raul Gazolla, e, de repente eu me apaixonei pelo Jô, que era um homem espetacular. Nem eu dava conta daquilo, eu era muito jovem. Apaixonada por um homem esteticamente fora dos padrões que eu estava acostumada. Tipo 30 anos mais velho do que eu. Eu era mais nova que o filho dele. Então, era bizarro", afirmou ela, que, na época, tinha 17 anos.

Foi o próprio apresentador quem terminou o relacionamento. "Eu não queria nada dele, entendeu? Eu não tava nem sabendo porque eu tava ali, eu estava era apaixonada por ele e eu me ferrei um pouco. Eu me ferrei não, porque foi incrível. Mas ele que terminou comigo a relação. Eu fiquei bem mal", contou ela. 

Família não vai informar causa da morte de Jô Soares; corpo já deixou o hospital
Informações sobre o óbito foram divulgadas pela ex-mulher do humorista.

Jô Soares morreu: artistas paraenses falam sobre adeus ao apresentador
Natto Almeida e Fafá de Belém destacam a importância da figura icônica de Jô Soares durante os 60 anos ativos na televisão brasileira

Quase no final dos anos 80, em 1987, Jô se relacionou com a atriz Mika Lins, até se casar com a designer gráfica Flávia Junqueira Pedras, de quem se separou em 1998. "Foi uma separação que não deu certo. Estamos sempre juntos", brincou o apresentador certa vez.

Foi Flávia quem anunciou a morte do ex-marido. "Faleceu há alguns minutos o ator, humorista, diretor e escritor Jô Soares. Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados. O funeral será apenas para família e amigos próximos", escreveu Flávia em seu Instagram

Jô Soares morreu: confira os principais personagens da carreira do apresentador
Ele estava internado desde o fim de julho no Hospital Sírio Libanês; a causa da morte ainda não foi divulgada

Jô Soares morreu: apresentador era apaixonado pelo futebol e torcedor do Fluminense; veja
O apresentador, que faleceu na madrugada desta sexta-feira, nunca escondeu sua paixão pelo esporte, mas disse que nos últimos anos estava afastado do seu clube do coração, o Fluminense

Em 2020, em entrevista a Marcelo Tas, Jô Soares falou sobre a sua boa convivência com as ex-namoradas e esposas.

"As pessoas deveriam perseguir. Me dou muito bem com a Terezinha e me dou extraordinária bem com a Flavinha. A gente se frequenta. O amor não é escrito em um papel. Não adianta escrever no papel que casou e ama e deixou de amar. O amor fica. Continuo amando a Flavinha, assistimos filmes juntos, discutimos tudo juntos. Não consigo desconectar. Em nenhuma de minhas ligações ficou rancor", explicou Jô.

(*Estagiária Painah Silva, sob supervisão do Coordenador de Conteúdo de Cultura, Abílio Dantas)

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA