Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Fotógrafa paraense abre exposição “Eu Vejo”

John Fletcher é o curador do projeto

Bruna Dias

No próximo dia 7 de agosto, será aberta a exposição “Eu Vejo”, da fotógrafa Irene Almeida, de 10h às 17h. Na Kamara Kó Galeria, o período de visitação será de 11 a 17 deste mês, de quinta e sexta-feira, de 15h às 18h, e sábado, de 10h as 13h.

A paraense Irene Almeida atua no campo da fotografia, produção cultural e curadoria no Pará há mais de dez anos, com trabalhos no Projeto Circular (2013-2016) e inúmeros outros, junto à Associação Fotoativa, da qual é atual presidente. Como fotojornalista ela transita nos mais diferentes lugares de Belém, registrando seu ponto de vista singular.

Sob a curadoria de John Fletcher, a exposição é uma sequência do projeto Experiência Curatorial 2022. De acordo com ele, após Irene aceitar o convite para expor seus trabalhos, ela fez uma triagem com materiais mais documentais ou líricos. “Ela nos encaminhou um vasto grupo de séries fotográficas, experimentações e registros diversos que eram do seu interesse. Com esse material inicial em mãos, um arquivo bruto, digamos, eu e meu assistente de curadoria, Raphael Melo, observamos que havia um conjunto de imagens que nos interessava e que poderia render uma mostra voltada para falar sobre a complexidade cultural da cidade”, contou John Fletcher.

Legenda (Irene Almeida)

O curador é professor dos cursos de Bacharelado e Licenciatura na Faculdade de em Artes Visuais e no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Patrimônio Cultural da UFPA, além de membro da Associação Fotoativa e da Associação Brasileira de Crítica de Arte (ABCA).

Ele define Irene Almeida como  “o ato fotográfico ganha voo, densidade e afeto. Testemunha ocular em nossa porção territorial da Amazônia, constrói um atlas de imagens que conecta experimentações, dilemas, memórias”.

VEJA MAIS

OSTP retorna à programação com violinista austríaco Dominik Hellsberg
É a primeira vez que o violinista se apresenta no Theatro da Paz

Joelma tem duas mansões, uma em São Paulo e outra em Goiânia; confira
Joelma entrou na justiça contra o proprietário do imóvel, pois ele alegou que deixou de pagar contas que somariam R$ 30 mil reais, a cantora negou as acusações

Foram selecionadas 20 imagens e depois com a apuração da artista com a galerista Makiko Akao, foram definidas a seleção final da exposição, com 12 trabalho, com “imagens estas possíveis de serem lidas em uma perspectiva filosófica e antropológica”, como define John Fletcher.

“A exposição aponta para esse lugar que a Irene constrói de maneira lírica e documental, que é o de testemunha da cidade e dos seus arredores, de detalhes da urbanidade, de seus dilemas, de possíveis sonhos, de situações construídas por seu profundo conhecimento da fotografia”, exlicou John Fletcher.

Agende-se

“Eu Vejo”, de Irene Almeida.

Data: abertura 07; visitação de 11 até 17 de agosto

Hora: abertura de 10h às 17h; visitação de quinta e sexta-feira de 15h às 18h, e sábado de 10h as 13h.

Local: Kamara Kó Galeria - Trav: Frutuoso Guimaães 611, entre Riachuelo e Gen. Gurjão

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA