Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cláudio Wallace lança single 'Planos e Traições' e faixa bônus nas plataformas digitais

O cantor de Rock Claudio Wallace lança hoje, 13, Dia Mundial do Rock o single "Planos e Traições" e mais a faixa bônus "Liberdade Fria", nas plataformas digitais de música

Emanuele Corrêa

O cantor de Rock Cláudio Wallace lança hoje, 13, Dia Mundial do Rock, o single "Planos e Traições" e mais a faixa bônus "Liberdade Fria", nas plataformas digitais de música. O single fala de amor e foi escrito em 2003, após conversas com um amigo que precisava de conselhos amorosos. Já a faixa bônus, tem letra de cunho político e foi escrita em 1988, mas o artista revela que ela continua atual.

"Ela surgiu quando em uma conversa com um amigo, o mesmo desabafou sobre uma situação que estava vivendo e me pediu alguns conselhos. Após a conversa, passado alguns dias, escrevi a música. Ela fala da situação de você se entregar a alguém, se dedicar a alguém, ter planos para sua vida com essa pessoa e no fim ser traído e ter que escolher entre 'voltar a confiar nessa pessoa' ou 'seguir em frente'. Mas essa letra pode se encaixar por exemplo em situações de amizades. Gosto da situação de quem ouve se identificar do seu modo", destacou afirmando que o público pode fazer a sua própria leitura da música.

VEJA MAIS 

Dia Mundial do Rock: saiba as origens do gênero e como está o cenário paraense
A Redação Integrada de O Liberal entrevistou Jayme Katarro, empresário e músico da banda Delinquente e o pesquisador musical e criador do programa "Balanço do Rock", Beto Fares, sobre o cenário do Rock no Pará

Dia Mundial do Rock: confira como surgiu a data celebrada no Brasil
Apesar de ser batizadada como Dia Mundial do Rock, a data é celebrada apenas no Brasil; saiba os detalhes

Associação Fotoativa recebe exposição “Território Inventado” da Guiana Francesa
A exposição fica disponível até 20 de agosto

Sobre "Liberdade Fria", o artista contou que a música entra para as plataforma digitais, para atender ao pedido dos fãs que o acompanham. O artista toca a canção nos bares e casas noturnas de Belém. Sobre a letra política, apesar de ter sido escrita em 1988, ele diz que não mudou uma "vírgula" na composição. "É uma canção de cunho político e cansaço de tanta coisa que vivemos nos últimos anos. Foi escrita em 1988 e a mesma é tão atual, que parece que a fiz ontem. Refiro-me em relação ao sistema. Das guerras usadas politicamente, da economia, do cansaço de elegermos políticos, que acabam não nos representando, da corrupção aberta que vivemos em nosso país e por aí vai", comentou sobre a canção.

"Não é uma letra longa, mas suficiente pra deixar o recado dela. Gosto da parte final onde canto: 'será que vivo na época do filme HAIR?' Sabe, tipo, aqueles hippies lá atrás gritando 'parem a guerra, a revolução já', esse tipo de coisas que continuamos fazendo hoje. Como se as décadas passassem e no fim vivemos a mesma coisa. Mas é uma canção. Um recado de como vejo as coisas", complementou Wallace.

O artista, que também é empresário, tem 35 anos de carreira, mas passou 12 anos longe dos palcos. Em 2018 marcou o seu retorno e, desde então, apresenta-se na cena noturna paraense. Mas também conta que viu a necessidade de estar presente nas plataformas digitais. "Estou dedicado totalmente à música. Sempre fui um artista voltado ao Rock Autoral. Apesar de estar sempre presente em bares, pubs, é a música autoral meu objetivo. Senti a necessidade de entrar nas plataformas digitais e divulgar meu trabalho. Paralelamente ao que vinha apresentando nas casas noturnas, reuni as obras que registrei no decorrer de minha vida. Foi um trabalho feito com calma e dedicação e hoje possuo 14 canções em todas as plataformas digitais", comentou.

Uma curiosidade sobre as composições, é que elas sempre tem alguma história envolvida, assim como o single lançado. "Procuro escrever de uma forma que a pessoa que a ouça se identifique, tanto no sentido real da canção, como em uma situação diferente mas que se encaixe em sua vida", afirmou.

Por isso, Cláudio faz um convite ao público e comenta que podem esperar canções com temáticas diferentes, mas com Rock and Roll autoral feito no Pará. E, para ele, torna-se ainda mais simbólico e por isso a escolha de lançar hoje, 13. "O Dia Mundial do Rock é muito especial para nossa comunidade. Eu poderia ter escolhido fazer algum show, Live, ou algo do tipo. Talvez até faça, mas o que eu queria mesmo era ter minha música atrelada a esse dia. Lançar nas plataformas digitais, que são mais de 30, para mim será inesquecível", arguiu.

"A sua história é o seu legado. Vou escrevendo o meu nas plataformas digitais, redes sociais, em shows, levando a bandeira do Rock paraense autoral. Pois não é fácil trabalhar com o autoral. Mas já tenho inclusive um local para fazer uma temporada do meu show 'O sonho não acabou' em agosto. Sempre levarei uma banda/artista autoral para fazer a abertura", finalizou contando os próximos planos.

 

Serviço

Lançamento: Cláudio Wallace

Canções: single "Planos e Traições" e mais a faixa bônus "Liberdade Fria".

Onde: plataformas digitais de música.

Data: 13/07, quarta-feira

Mais informações: http://claudiowallace.com.br/

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA