Ator sul-coreano, Lee Ji Han é uma das vítimas da tragédia de Itaewon

A agência 935 Entertainment fez uma publicação oficial sobre o falecimento do ator

Emanuele Corrêa
fonte

O ator sul-coreano Lee Jin Han, 24 anos, é uma das 150 vítimas da tragédia de Halloween, no bairro de Itaewon, em Seul, na Coreia do Sul. A agência 935 Entertainment fez uma publicação oficial sobre a morteJi Han era ex-participante do reality show "Produce 101" e também participou do web drama "Today Was Another Nam Hyun Day", em 2019. As informações são do portal Splash da UOL. O assunto está entre os temas mais comentados na web, desde o sábado, 29.

VEJA MAIS

image Mais de 140 pessoas morrem com parada cardíaca e dificuldade de respirar em festa de Halloween
Comemoração com mais de 100 mil pessoas em Seul terminou com atendimento de bombeiros e dezenas de pessoas inconscientes. Até a última atualização desta reportagem, autoridades não haviam descoberto o que gerou o incidente

image Homem é atingido por explosão ao colocar álcool em fogo de churrasco; vídeo
Momento de lazer em família acabou em tragédia, vítima teve parte do corpo queimado

image Menino de 12 anos morre após supostamente realizar 'desafio do desodorante' em Salinópolis
O corpo do garoto foi encontrado na tarde de quarta-feira (31) e um desodorante foi encontrado perto da vítima

"Também esperávamos que não fosse verdade e ficamos muito chocados ao ouvir a notícia. A família está sofrendo imensa dor agora, então estamos sendo muito cautelosos. Que ele descanse em paz", diz a nota.

Confira o comunicado da agência, na íntegra:

Relembre o caso

Na noite de sábado (29), uma comemoração de Halloween nas ruas de Itaewon, em Seul (Coreia do Sul) acabou em tragédia. De acordo com as informações locais, a aglomeração na rua estreita causou - não se sabe exatamente como iniciou - esmagamento, as pessoas foram pisoteadas e tiveram parada cardiorrespiratória. Por volta de 22h (no Brasil, às 10h) os bombeiros foram acionados.

Influenciadores e influenciadoras brasileiros, que moram na Coreia do Sul comentaram o caso por meio de suas contas no Instagram. Relatos apontavam para a superlotação no bairro, mas as autoridades locais seguem apurando o ocorrido.

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA