Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Semana de 4 dias úteis pode ser implantada no Brasil; confira os benefícios e desvantagens

A modalidade traz ganhos aos funcionários e tem o objetivo de combater problemas de saúde mental, formar equipes mais eficientes e até mesmo reduzir gastos

Paula Figueiredo

No início do mês, uma notícia de que empresas de países como Japão, Islândia e Emirados Árabes adotaram, há anos, um modelo de 32 horas de trabalho, ou seja, 4 dias úteis, viralizou nos portais brasileiros e passou a ser discutida pelos trabalhadores. De acordo com os programas que já acontecem mundo fora, a modalidade traz ganhos aos funcionários e tem o objetivo de combater problemas de saúde mental, que estão em alta no ambiente corporativo, formar equipes mais eficientes e até mesmo reduzir gastos

VEJA MAIS

Cochilar regularmente pode estar associado a pressão alta e derrame, diz estudo
Na análise, participantes que dormiam durante o dia, em relação aos que não cochilavam, eram 12% mais propensos a desenvolver hipertensão e 24% a ter derrame

Quatro dias de trabalho por semana? Empresa adota semana reduzida para aumentar produtividade
NovaHaus é a terceira empresa brasileira a adotar a medida. O objetivo é aumentar a produtividade e bem-estar dos trabalhadores, sem corte nos salários

Mercado de trabalho: por que aprender um segundo idioma?
Crescimento profissional e networking estão entre as vantagens

Segundo a revista Forbes, em um teste feito em 2019 pela Microsoft Japão, os gastos administrativos como energia e uso de papel diminuíram drasticamente após os funcionários terem três dias de folga. Além disso, os trabalhadores apresentaram mais rendimento e se mostraram 40% mais felizes

Testes ao redor do mundo

A fabricante de eletrodomésticos Panasonic Japão anunciou que também adotaria a nova jornada de trabalho para apoiar o bem estar dos funcionários. A medida, inicialmente, está prevista apenas para a matriz japonesa, mas a possibilidade de adotar no Brasil não é descartada. Na Bélgica, os trabalhadores podem requisitar a semana de quatro dias como um teste de seis meses e adotá-la permanentemente caso dê certo.

Já na Islândia, cerca de 85% dos trabalhadores podem trabalhar apenas quatro dias, segundo um relatório do Thinktank Autonomy. Nos Emirados Árabes Unidos, o governo do país e as entidades locais passaram a operar em uma jornada semanal de quatro dias e meio, com o fim de semana começando ao meio dia da sexta-feira até o domingo.

4 dias de trabalho pode virar realidade no Brasil?

No Brasil, algumas empresas estão começando a experienciar o final de semana mais prolongado e vendo resultados positivos na medida. Segundo uma pesquisa entre funcionários da Winnin, o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional dos funcionários que passaram a "sextar" antes da hora aumentou em 17%, sendo que, na percepção da equipe, a atenção ao bem estar físico e à saúde mental subiu em 50%

"Ter um dia a mais no final de semana certamente é atrativo para o empregado. Pode significar mais tempo para fazer o que gosta e também estar com a família e amigos, ou seja, uma melhora na qualidade de vida", argumentou a psicóloga Bruna Capozzi, do Instituto Meraki Saúde Mental. "É um dia a menos de estresse no trânsito, de gastos com deslocamento e com a alimentação fora de casa. O que amplia a percepção da qualidade de vida, diminuindo o estresse", destacou Bruna, afirmando que a alternativa pode aumentar a produtividade e lucros da empresa

Desvantagens

Um estudo feito na Nova Zelândia apontou que nem sempre a semana de 4 dias será vantajosa para os funcionários, pois alguns deles podem ficar mais atribulados e com menos tempo para cumprir os afazeres. Na pesquisa, alguns profissionais se mostraram mais estressados devido às cobranças e demandas que continuaram iguais, só que concentradas. Por isso, para reduzir a jornada de trabalho também é necessário fazer mudanças no esquema da empresa, bem como a quantidade de entrega de cada trabalhador

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Luiz Cláudio Fernandes, editor web de O Liberal.com)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL