Perfil classifica Estado do Pará como um ‘dos piores para se viver no Brasil’ e gera revolta

Os paraenses não deixaram a "classificação" passar em branco e questionaram o administrador do perfil sobre qual "justificativa" adotada

O Liberal


Um perfil no Tik Tok, identificado como “geographia_edits”, gerou revolta entre os paraenses e causou polêmica na internet ao incluir o Pará na lista de “piores Estados para se viver no Brasil”. Além dele, outras regiões como Espírito Santo (ES), Pernambuco (PE) e Paraíba (PE) são citadas, mas o administrador da conta não chega a mencionar diretamente quais seriam os motivos. Justamente por isso, muitos internautas geraram uma onda de críticas sobre a publicação.

VEJA MAIS

Ilustrador cria personagem de game inspirado no ‘Pará’ e usa Joelma, açaí e cabanos como inspiração
O desenhista carioca Gustavo Almeida começou a viralizar no mês de setembro deste ano ao compartilhar personagens inspirados em estados brasileiros

Mineira que questionou açaí paraense já se envolveu em polêmica com ex-dançarina de Anitta
Letícia Bastos foi acusada de mentir sobre ser enfermeira: 'exercício ilegal da profissão', disse Thais Carla

Influencer mineira questiona jeito paraense de tomar açaí: ‘Com mortadela, açúcar e farinha, jura?’
Letícia Bastos defendeu o jeito mineiro de se beber açaí, com granola e banana

 

@geographia_edits #viral #fypage #eua #brazil #fy? ♬ som original - geographia_edits

 

No vídeo - que tem cerca de 9,290 mil curtidas -, o primeiro Estado a aparecer é a capital de Vitória. Em seguida, aparecem imagens de Pernambuco e Pará. Por último, são mostradas imagens da Paraiba. Quem não gostou nada das comparações foram os moradores dos quatro Estados citados, inclusive, os paraenses. Nos comentários, muitos defenderam a capital paraense e alegaram ser um local “bem tranquilo” de se viver. 

“Mano, o Pará? Aqui é todo mundo tranquilo”, escreveu um seguidor. O administrador da página respondeu: “Taxa de preconceito e etc. Mas esses aí são mais alta”, sem justificar quais seriam as fontes usadas.    

No restante dos comentários, outros moradores das regiões citadas defendem o Estado e acusam o perfil de usar um “fundamento sem lógica” para criar o conteúdo que viralizou. 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL