Ilustrador cria personagem de game inspirado no ‘Pará’ e usa Joelma, açaí e cabanos como inspiração

O desenhista carioca Gustavo Almeida começou a viralizar no mês de setembro deste ano ao compartilhar personagens inspirados em estados brasileiros

Amanda Martins

O ilustrador carioca Gustavo Almeida, de 19 anos,  está fazendo sucesso na internet ao criar personagens de jogos de luta - os chamados fighting gamesinspirados em estados brasileiros. E, claro, que o Pará não ficou de fora dessa. Para a alegria dos paraenses, a região ganhou uma “personalidade” bem interessante que reúne inspirações na cantora Joelma da ‘Calypso’, o açaí e elementos que representam a Cabanagem. Até o momento, cerca de 14 estados brasileiros já foram desenhados. 

VEJA MAIS

image Paraense ganha tambaqui durante 'flerte' e viraliza nas redes: 'Não mande flor, mande comida'
A servidora pública compartilhou com os seguidores que ganhou o tambaqui ao chegar no trabalho e comeu com açaí com os seus colegas

image Paraense viraliza ao comprar litros de açaí e ‘esconder’ no freezer para surpreender esposa
A reação da esposa do influenciador Arlan Nabiça rendeu várias risadas nas redes sociais. Ela aparece muda totalmente de humor ao ver o fruto

image Paraense emociona web ao registrar moradores do bairro do Marco conversando na porta de casa
O costume de conversar na porta de casa faz parte do dia-a-dia de quem mora no Pará. Quando Fernando Ramos compartilhou o registrou acabou desbloqueado várias emoções nos internautas

Em conversa com o O Liberal.com, Gustavo contou que o projeto “ORDEM E PORRADA” iniciou no mês de setembro deste ano e  pretende dar vida aos 26 estados brasileiros e ao Distrito Federal. “A inspiração foi em jogos antigos mesmo, como The King of Fighters. Essa ideia surgiu inspirado em jogos antigos que a gente jogava em fliperama”, explicou o desenhista.

Para desenhar os personagens, Gustavo se inspira nas cores das bandeiras de cada estado e estuda os traços culturais de cada um deles para acrescentar na ilustração, deixando o mais próximo possível dos costumes e características marcantes daquele local. Para ilustrar o Pará, o jovem contou que teve certa dificuldade, porque o Estado é “muito rico” e ele teve, logo de cara, cinco ideias diferentes.

“Pensei em fazer um personagem que lembrasse a aparelhagem, depois pensei em fazer algo que remetesse a marujada. A Revolução Cabana era uma boa ideia também. Achei tudo divertido demais. Queria representar a galera do Pará da melhor forma possível”, afirmou Gustavo, acrescentando que a criação dessa personagem foi muito legal.

O “Pará” - que foi a décima criação dele - tornou-se uma mulher de pele negra e com traços caboclos bem típicos do povo amazônida. Além disso, também as vestimentas inspiradas na bandeira e botas semelhantes às da cantora Joelma - que foi uma das fontes de inspiração.  Confira abaixo:

“As principais características foram as roupas que a Joelma usava nos shows dela, o “uniforme” da Revolução Cabana também foi muito importante na criação e o açaí. O açaí seria a ‘habilidade’ dela, de onde ela tiraria a sua força e os poderes", explicou o ilustrador.   Na mão direita da personagem, é possível ver mais claramente esse detalhe. 

 Em média, Gustavo revelou que leva cerca de dois dias para produzir cada ilustração, e o resultado tem agradado o público. A primeira ilustração a viralizar foi o da Bahia, publicado no dia 18 de setembro.

Ilustrador cria personagem de game inspirado no ‘Pará’ e usa Joelma, açaí e cabanos como inspiração

“Esse projeto chegou em muitas pessoas e eu ganhei bastante seguidores. Percebi que estava dando certo quando um stemming que gosto bastante comentou no meu post e eu fiquei bem animado”,  afirmou o rapaz. Por enquanto, Gustavo garantiu que ainda não tem pretensão de levar os personagens inspirados nos estados brasileiros para o “mundo dos games”. 

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA