Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Programação transforma avenida Presidente Vargas em corredor cultural

Música, esporte, dança e economia criativa tomaram conta de uma das principais avenidas de Belém

Fabrício Queiroz

Milhares de pessoas tomaram a avenida Presidente Vargas, em Belém, na manhã deste domingo, 15, na primeira edição da Avenida Cultural, uma ação voltada à promoção da cultura, do esporte e do lazer em uma das principais vias do centro da capital. A iniciativa foi coordenada pela Prefeitura de Belém por meio da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) e da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel).

Para isso, foi realizada a interdição da via em quatro quarteirões, que iam do perímetro entre a rua Oswaldo Cruz e a rua Gaspar Viana, bem como o desvio da rota dos ônibus que passam pelo local. No primeiro deles, o destaque era para a apresentação da banda da Guarda Municipal e a exibição do canil da Guarda. No seguinte, havia apresentações de música e dança, com os artistas Plinio do Cavaco, Balé Folclórico da Amazônia e Movimento Reggae de Belém. Já próximo ao Banco do Brasil, uma tenda foi montada para a apresentação de DJs, enquanto que na subida da avenida jovens participantes do projeto Escola Comunitária Skate da Matinha faziam suas manobras.

Outro foco da Avenida Cultural foi o de incentivo à economia criativa, com estandes de venda nas áreas da gastronomia, artesanato, confecções e produtos místicos. Breno Barros avaliou positivamente a chance de fazer novos negócios e vendas no local. “É um encorajamento que estão dando para nós que somos MEI. Espero que tenha outras oportunidades e mais vagas para novos negócios participarem”, disse.

De acordo com o prefeito Edmilson Rodrigues, essa é uma primeira iniciativa no sentido de fomentar a criação de corredores culturais em várias partes da cidade, destacando que a proposta do projeto é ter um caráter itinerante. “Há uma pressão grande para que permaneça aqui também. Isso é bonito porque quem é da periferia não tem uma Praça da República, o Theatro da Paz, o Teatro Waldemar Henrique, mas ele ama Belém e ele quer ver o centro preservado, mas também quer levar a beleza para a periferia. Essa programação tem esse efeito pedagógico de criar consciência de direitos”, pontuou.

Além dos shows de artistas locais de samba, carimbó, reggae e rap, a programação contou com espaços com brinquedos para crianças, feira de serviços e microempreendimentos e ações educativas para coleta de resíduos recicláveis. No local, se observou uma grande adesão da comunidade, especialmente famílias que tradicional já frequentam a feirinha e a Praça da República aos domingos.

VEJA MAIS

Projeto de reurbanização da avenida Rômulo Maiorana será apresentado pela Prefeitura de Belém
Planos para a avenida devem serão detalhados durante uma audiência pública marcada para esta segunda-feira

Presidente Vargas vira 'Avenida Cultural' neste domingo (15)
O presidente da Fundação Cultural de Belém (Fumbel), Michel Pinho, divulgou o projeto "Avenida Cultural", nesta terça (10), pelas redes sociais

Projeto vai transformar a av. Presidente Vargas em avenida cultural, anuncia Fumbel
A programação vai ser no próximo domingo (15), com samba, MC, Dj's e música dos variados gêneros

A técnica de enfermagem Thais Santos foi uma das pessoas atraídas pela intervenção na avenida e aprovou a ideia de uma nova alternativa de lazer aos fins de semana. “Aproveitei para dar um passeio com a família. Me chamou atenção os programas que tem, como pintura para as crianças. Estou achando muito bom. Pretendo vir todas as vezes que tiver. Espero que tenha mais”, conta ela que esteve no evento com a filha de 10 anos e o cachorro de estimação.

Já Rúbia Maia foi atraída pela curiosidade de saber como seria a programação, já que sabe que há iniciativas semelhantes em outras capitais, como São Paulo. “Me chamou atenção a parte cultural, a música, a diversidade, aceitar todo mundo e a liberdade realmente. E nossas mangueiras ajudam para o sol e para a chuva”, destacou a contadora que permaneceu no evento com o filho de 10 anos mesmo após a chuva que caiu pela manhã.

Para o presidente da Fumbel, Michel Pinho, a boa receptividade da população com o projeto mostra que esse era um desejo antigo da cidade, que agora foi concretizado. “Há muitos anos as pessoas já vêm plantando a possibilidade da gente fazer um evento numa grande avenida de Belém. Nada melhor do que fazer com as históricas mangueiras em que a gente possa ter música, atividades para crianças, esporte, dança, literatura, carimbo para que a gente possa fazer dessa cidade um grande respiro cultural”, afirmou.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM