CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

O Liberal na Escola: estudantes exploram cultura amazônica no Museu Emílio Goeldi

Os alunos puderam interagir com diversas plantas, animais, objetos e monumentos dentro do espaço do Parque Zoobotânico

Maiza Santos / Especial para O Liberal

Um grupo de 22 estudantes do 5º ano do fundamental da escola Sophos Tavares Bastos visitou, nesta quarta-feira (13), o Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi para uma “aula ao ar livre”. A iniciativa é mais uma ação do Programa O Liberal na Escola, que realiza atividades pedagógicas em instituições de ensino públicas e privadas no Pará. Durante a atividade guiada, os alunos puderam aprender mais detalhadamente sobre a cultura amazônica, fauna e flora da região.

VEJA MAIS

image 'O Liberal na Escola': Alunos da Escola de Comunicação Papa Francisco visitam a redação do jornal
Os estudantes tiraram dúvidas sobre a parte técnica e o funcionamento do conceito de redação integrada do Grupo Liberal

image 'O Liberal na Escola': alunos de Cotijuba aprendem sobre comunicação durante visita ao Grupo Liberal
Eles receberam informações sobre a produção diárias de notícias e sobre os cuidados na divulgação de notícias corretas

image (Imagem: Carmem Helena / O Liberal)

As ações do “O Liberal na Escola” buscam fortalecer a educação básica em todo o Estado, para isso, são realizadas várias atividades lúdicas e interativas com diversos estudantes de escolas diferentes. Desta vez, em parceria com Museu Emílio Goeldi, a ação pôde proporcionar um passeio exploratório pelo que há de mais diverso na cultura da região amazônica.

image Miguel Moreira Martins (Imagem: Carmem Helena / O Liberal)

Para Miguel Moreira Martins, de 10 anos, a aula proporcionou uma imersão em parte da história do Estado que ele ainda não conhecia. “O passeio foi muito interessante. Eu já visitei aqui duas vezes e nesse passeio tive uma nova perspectiva, com mais explicações. Tinham muitas coisas que eu nem sabia que a gente poderia fazer aqui e eu descobri tudo hoje. Os animais são muito interessantes e bonitos de se ver. Eu queria ver a onça, mas ela é tímida, estava escondida. Foi bom receber as explicações sobre as plantas e os animais. Ainda mais aquela parte com a exposição e com os fósseis. Os artefatos de origem africana e origem indigena também”, afirma o estudante.

image Yasmim Guimarães Palheta (Imagem: Carmem Helena / O Liberal)

Segundo Yasmim Guimarães Palheta, de 10 anos, que esteve pela primeira vez no Museu, a experiência de sair da sala de aula convencional para aprender em meio a natureza ficará para sempre na memória. “Gostei muito de ter visto vários animais que eu nunca tinha conhecido. Eu gostei e achei divertido. Essa é uma aula que eu nunca vou esquecer. Quando soube que vinha aqui junto com meus colegas, achei muito legal. Gostei dos fósseis de outras culturas que estavam representados lá. Pretendo voltar aqui com meus pais e também contar o que aprendi aqui com outros amigos”, relata.

image Luciana Freitas de Lima (Imagem: Carmem Helena / O Liberal)

A professora da turma, Luciana Freitas de Lima, que leciona Língua Portuguesa, afirma que os alunos irão criar repertórios socioculturais. “Aprender sobre o meio ambiente e a cultura vai enriquecê-los. O nosso objetivo é fazer com que os alunos criem senso crítico envolta da natureza. E tirar os alunos da sala de aula faz com que a aula seja dinâmica e diferente do que é no espaço fechado”, explica.

Incentivo ao conhecimento 

Alcemir de Souza Aires é técnico do Museu Goeldi e atuou como guia durante toda a visita dos estudantes no local. Ele apresentou aos alunos diversas plantas, animais, objetos e monumentos dentro do espaço do Parque Zoobotânico. Alcemir afirma ser enriquecedor para os estudantes a oportunidade.

“É uma experiência diferente. Temos dentro da cidade um espaço que funciona como uma sala de aula viva. Muitas vezes as crianças não têm a oportunidade de ter acesso a um aprendizado tão interativo como ocorreu aqui, conhecendo a fauna e a flora da região que é rica na biodiversidade. Sempre é um prazer receber os alunos que vêm aqui para visitar. Passar o conhecimento para eles é satisfatório. O contato que a gente tem com o meio ambiente fica marcado na mente deles”, ressalta Alcemir Aires.

image Alcemir de Souza Aires (Imagem: Carmem Helena / O Liberal)

O técnico ainda destaca a importância da parceria entre o Museu e o Grupo Liberal para proporcionar a outras instituições o mesmo momento de aprendizado. “Essa parceria é relevante para fazer com que as nossas crianças valorizem ainda mais o conhecimento que é produzido aqui na Amazônia, principalmente aqui no museu que possui vários atrativos. Então manter esse contato que o programa oferece é muito valoroso”, garante.

Alan Siqueira, coordenador do O Liberal na Escola, também reafirma como o programa é uma ferramenta educacional. “Este momento é de suma importância, pois está sempre atrelado a conteúdos vistos em sala de aula que, nesta oportunidade, também são observados em um campo prático de conhecimento. A iniciativa é observada como uma suplementação educacional que trabalha frente ao desenvolvimento integral dos alunos”, conta.

O Liberal na escola

É um programa de responsabilidade social do Grupo Liberal que tem como objetivo atuar em escolas da rede pública e privada do Pará, com o intuito de fortalecer a educação básica em nosso Estado. O Programa realiza atividades pedagógicas em sala de aula, através da ferramenta educomunicacional jornal impresso, com o intuito da alfabetização e letramento junto às turmas devidamente cadastradas nas escolas. O Programa oferece também palestras e atividades extraclasses para oportunizar momentos diferenciados aos alunos frente a uma concepção construtivista da educação.

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM