Belém tem 200 pontos críticos de lançamento indiscriminado de entulhos, admite prefeitura

Sesan quer inserir os 'carrinheiros', trabalhadores que participam da cadeia, em sistema produtivo

Dilson Pimentel

Ao todo, Belém soma mais de 200 pontos críticos de entulho e acúmulo de lixo que precisam de ações, admitiu esta quarta-feira (13), em entrevista cedida à redação integrada de O Liberal, o diretor de resíduos sólidos da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), engenheiro Pedro Piqueira.

Nesta quarta-feira, a Prefeitura de Belém iniciou os trabalhos emergencias em saneamento na capital, prometidos pela nova admnistração municipal, para conter os problemas de alagamentos no inverno e também melhorar as condições de canais e combater o acúmulo de lixo e de entulho na capital.

Ações emergenciais foram iniciadas (Igor Mota / O Liberal)

A limpeza de canais e ruas está sendo feita por cerca de 2 mil trabalhadores. Eles estão divididos em equipes que já tuam nas ruas. Segundo diz a Prefeitura Muinicipal de Belém, todos têm carteiras assinadas, e as ações estão sendo desenvolvidas em parceria com governo do Pará.  

'Carrinheiros' deverão ter a atenção da prefeitura


"A gente sabe que o que é fomenta muito isso é uma questão de nível social, que são os ‘carrinheiros’”, avaliou o diretor de resíduos sólidos da Sesan nesta quarta-feira (13). Segundo diz a Prefeitura de Belém, a Sesan vai desenvolver ações para combater o problema crônico, que prejudica a limpeza da cidade.

Os carrinheiros são aqueles trabalhadores que, usando carrinho de mão e em troca de dinheiro, recolhem esses materiais descartados pelos moradores e os jogam nas vias públicas e, também, às margens dos canais.

“Estamos atacando essa questão, que causa muito impacto na cidade e é ostensiva, que é o lançamento indiscriminado de resíduos em vias e logradouros públicos, principalmente entulhos”, afirmou o engenheiro Pedro Piqueira.

“Sabemos que essa é uma questão social, inclusive de subsistência. A Prefeitura de Belém, através da Sesan, já está criando equipes de educação ambiental e também equipes de aplicação do Código de Posturas, para saber de que forma vai inserir esses ‘carrinheiros’ no sistema produtivo, até por ser um meio de subsitência deles”, acrescentou.

Piqueira disse que o objetivo é resolver esse problema “de forma ordeira”.

"A gente sabe que o que é fomenta muito isso é uma questão de nível social, que são os ‘carrinheiros’”, avaliou o diretor de resíduos sólidos da Sesan. “Estamos atacando essa questão, que causa muito impacto na cidade e é ostensiva, que é o lançamento indiscriminado de resíduos em vias e logradouros públicos, principalmente entulhos”, afirmou o engenheiro Pedro Piqueira. “Sabemos que essa é uma questão social, inclusive de subsistência"

Entulhos lançados em canais: carrinheiros terão atenção da Sesan (Igor Mota)
Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM